Alexandre Araújo: Palcos da Copa da Rússia – Kazan, uma cidade para todas as religiões

O estádio de Kazan, casa do Rubin Kazan, é legado de um recente evento esportivo realizado no país: Universíade, a Olimpíada universitária, disputada na cidade, em 2013. A arena tem capacidade para 44.779 torcedores e será palco de uma partida das quartas, uma das oitava e quatro jogos da fase de grupos:  França x Austrália, Irã x Espanha, Polônia x Colômbia e México x Suécia. Além de receber jogos da Copa, Kazan foi sede da Copa das Confederações, em 2017. O projeto da Arena Kazan foi feito pelo mesmo grupo de arquitetos do Estádio de Wembley e o Emirates Stadium, em Londres. Um dos destaques do estádio é o imenso telão que cobre parte do seu exterior. Além disso, visto de cima, o estádio que fica às margens do Rio Kazanka, foi construído de forma com que lembrasse um lírio d´água.

A cidade de Kazan foi fundada no ano de 1.005, e é uma das mais antigas cidades da Rússia. Situada na confluência dos Rios Volga e Kazanka, Kazan tem um passado marcado por conflitos e invasões de vários povos. Foi a capital do Canato de Kazan, Estado tártaro que existiu entre os anos de 1438 a 1552. Durante esse período, o Canato de Kazan organizava invasões e saqueava regiões da Rússia, trazendo consigo, inclusive, escravos. Em 1552, sob o comando de Ivan IV (mais conhecido como Ivan, O Terrível), o Canato de Kazan foi conquistado. Os russos que se encontravam escravizados foram libertados. Parte da população local foi morta e remanescentes foram convertidos à força ao cristianismo. As mesquitas da cidade foram destruídas e foi proibida a construção de novas mesquitas na cidade. Essa proibição durou até o século 18, quando a Imperatriz Catarina II da Rússia – Catarina, a Grande – finalmente permitiu a construção de novas mesquitas.

 

 Kazan é capital do Tartaristão, região com maior concentração de muçulmanos na Rússia. Além do russo, a língua tártara também é oficial na região. Kazan e um dos maiores centros industriais e financeiros da Rússia. Com mais de 2 mil anos, a cidade tem grande importância cultural e econômica e hoje é uma das mais visitadas no país. O “Templo de Todas as Religiões” é um dos monumentos mais famosos da cidade. O complexo arquitetônico reúne construções religiosas como uma igreja ortodoxa, uma sinagoga e uma mesquita. A cidade também tem em seu Kremlin a principal atração para os turistas. O complexo, que data do reinado de Ivan, o Terrível, no século XVI, abriga prédios importantes para a cidade, como a Catedral da Anunciação e a Mesquita Kul Sharif, símbolo da convivência pacífica entre as religiões. Se você quiser ver um dos jogos em Kazan, há voos de Moscou para a capital do Tartaristão que duram pouco mais de uma hora.