Americano encerra Brasileiro de Basquete em cadeira de rodas na oitava posição

O treinador Maurício Lemos orienta a equipe no jogo da manhã, que terminou com vitória do CPA 40 Graus | Divulgação
O treinador Maurício Lemos orienta a equipe no jogo da manhã, que terminou com vitória do CPA 40 Graus | Divulgação
O treinador Maurício Lemos orienta a equipe no jogo da manhã, que terminou com vitória do CPA 40 Graus | Divulgação
O treinador Maurício Lemos orienta a equipe no jogo da manhã, que terminou com vitória do CPA 40 Graus | Divulgação

Alvinegro fechou a campanha com duas derrotas nessa sexta-feira

O Americano/Esporte Sem Fronteiras encerrou nesta sexta-feira sua participação no Campeonato Brasileiro de Basquete em Cadeira de rodas, que acontece no Centro Paralímpico Brasileiro, em São Paulo, com duas derrotas que deixaram o alvinegro em oitavo lugar geral, entre os 12 participantes da competição. A campanha, de duas vitórias e quatro derrotas, foi modesta, mas ajudou a equipe a cumprir seu objetivo: o não rebaixamento.

Já sem possibilidades de classificação para a disputa do título, pela manhã, a equipe não teve chances e foi dominada pelo CPA 40 Graus-PI, que venceu por 58 a 30. Uma vitória poderia ter levado os campistas para a disputa do quinto lugar mas, com o tropeço, só restou disputar a sétima posição, horas depois, contra o Águias de Concórdia-SC.

A despedida, contra o time catarinense, foi um jogo bem equilibrado, no qual os sulistas levaram a melhor, por 45 a 41. O treinador Maurício Lemos mostrou satisfação com o desempenho dos comandados, e espera mais apoio privado nos próximos desafios da equipe.

— Não faltou briga, brilho ou raça deste time, que deu a vida em quadra. A campanha foi importante pelo resultado alcançado, a manutenção na Segunda Divisão, pois as dificuldades foram muito grandes. Queremos buscar uma colocação melhor no ano que vem, porque 2017 foi muito difícil. Se não fosse pelos apoios do Americano, do Leão das Baterias e da Prefeitura de Campos, nós sequer estaríamos aqui — afirma.

Sem calendário para o restante da temporada, a equipe, que é tricampeã estadual, só voltará às quadras em 2018. Antes disto, os apaixonados pelo esporte poderão acompanhar a Primeira Divisão, que tem início previsto para novembro. O Rio de Janeiro será representado na disputa pela Andef, de Niterói.