Americano vence Artsul e encaminha classificação às semifinais

Neste sábado (23), o Americano confirmou mais uma vez a escrita neste campeonato: não perde fora de casa. Pela oitava rodada do Campeonato Carioca da série B1, O adversário da vez foi o Artsul, no estádio Nivaldo Pereira, em Austin. Com minutos iniciais impressionantes, o Alvinegro do Parque Tamandaré marcou com Admilton e Claudio Maradona e garantiu mais uma vitória e a liderança do grupo: 2 a 1. Lucas Sodré diminuiu para os donos da casa.

Com a vitória, o Cano chega aos 19 pontos e necessita apenas de um triunfo simples na próxima rodada contra o Angra dos Reis, em casa, para garantir a classificação para as semifinais do Certame. Já o Artsul, permanece na parte de baixo da tabela com apenas cinco pontos e encara o Barra da Tijuca, no Aniceto Moscoso, em Madureira.

Americano começa forte e abre vantagem

A partida iniciou com o Cano em cima. Nos primeiros minutos, o Artsul mal conseguia trocar três passes no campo de ataque. A pressão foi tanta que o resultado foi imediato. Logo aos sete minutos, Admilton levou perigo com uma forte cabeçada. Ary fez uma bela defesa. No lance seguinte, Claudio Maradona cobrou escanteio e Admilton, mais uma vez, subiu livre e dessa vez não desperdiçou: 1 a 0.

O primeiro gol campista desestabilizou ainda mais a linha de defesa do Artsul. Aos 10, em bobeada da defesa azul, Marquinhos recuperou e lançou Maikon Aquino, o artilheiro do campeonato deixou o egoísmo de lado e serviu Claudio Maradona, livre, que só teve o trabalho de empurrar para o fundo das redes. Era o segundo da equipe visitante. O Americano ainda teve chances de ampliar com Maikon Aquino e Admilton, que desperdiçaram.

Após a parada técnica, o time da casa parece ter acordado. Ajustou suas linhas de marcação e diminuiu os espaços do time Norte Fluminense. A chance de mais perigo do time de Austin surgiu numa bola mal recuada pelo lateral Rafinha do Americano que quase surpreendeu o goleiro alvinegro. O meia Junior chegou a assustar a meta de Luiz Henrique, por duas vezes, com chutes de fora da área, mas a bola não entrou.

Artsul diminui, mas Cano administra o resultado

Sabe o Artsul do início da partida? Esqueça. Os comandados de Hermes Junior retornaram com outra postura para a etapa final. Após adiantar as linhas de marcação, não demorou para as chances começarem a surgir. Aos sete minutos, após saída errada de Admilton, Lucas Sodré recuperou, avançou e chutou forte para diminuir o marcador: 2 a 1.

Os donos da casa pareciam estar amadurecendo o gol de empate. Até que, aos 22 minutos, Roberth, lateral direito do Artsul, entrou forte em Claudio Maradona, recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso. Com um jogador a mais, o Americano voltou a controlar as ações da partida e administrou o resultado até o fim. O time da Via Dutra até que tentou, mas sem resultado. Aos 48, a equipe mandante ainda teve mais um jogador expulso. Hugo reclamou de forma acintosa com a arbitragem e também foi mandado mais cedo para o chuveiro.

Artsul 1 x 2 Americano

Local: Estádio Nivaldo Pereira (Austin)

Árbitro: Diego Henriques Gandara

Auxiliares: Jackson Lourenço e Carlos Áquila Lima

Artsul: Ary; Roberth, Rafael, Thiagao e Izaque (Hugo); Alan, Wellington, Junior e Wallace (Mica); Lucas Sodré e Leonardo (Marcos). Técnico: Hermes Junior.

Americano: Luiz Henrique; Sanderson, Admilton, Kadu e Rafinha; Vandinho, Marquinhos e George (Paulo Vitor); Maikon Aquino (Fernando), Bruno Viana (Valdir) e Claudio Maradona. Técnico: Josué Teixeira

Gols: Admilton (AME – 8’/1T), Claudio Maradona (AME – 10’/1T) e Lucas Sodré (ART – 7’/2T)

Cartões Amarelos: Alan, Rafael, Lucas Sodré e Wellington – (ART)
Bruno Viana, Vandinho, George e Sanderson – (AME)

Cartões Vermelhos: Roberth (ART) e Hugo (ART).

Público: 130 presentes (200 pagantes)

Renda: R$ 1.600,00