Americano/ESF vence no Brasileiro de Basquete em Cadeira de Rodas

Atletas da ong esporte sem fronteiras represetam o americano de campos no campeonato brasileiro de basquete de cadeira de rodas em São Paulo | Divulgação
Atletas da ong Esporte Sem Fronteiras representam o Americano de Campos no Campeonato Brasileiro de Basquete de Cadeira de Rodas em São Paulo | Divulgação

Alvinegros superaram a Abane (BA) por 48 a 38

O vice-campeonato da Copa Rio garantiu ao Americano a volta às competições nacionais: em 2018, jogará a Série D do Campeonato Brasileiro. Mas o sabor de uma participação em âmbito nacional surgiu bem antes em outra modalidade: o basquete masculino. Em parceria com a ONG Esporte Sem Fronteiras, o Alvinegro iniciou bem o Campeonato Brasileiro de Basquete em Cadeira de Rodas da Segunda Divisão. Na manhã desta terça-feira, os campistas venceram a Abane (BA) por 48 a 38, no ginásio do Centro de Treinamento Paralímpico Brasileiro, em Jabaquara, na capital paulista.

O resultado alegrou o técnico Maurício Lemos, que acumula a função de presidente da ONG. Tricampeão estadual, o time é o único representante fluminense na disputa, mas enfrenta um momento de dificuldades financeiras e não contratou reforços, o que é praxe para competições nacionais desde o início do projeto, em 2001.

— Nosso time é totalmente formado por jogadores de Campos. Nosso objetivo é permanecer na Segunda Divisão. Fizemos um jogo duro, mas nos encontramos no terceiro quarto e garantimos a vitória. São dificuldades comuns a jogos de estreia, que conseguimos superar — afirma.

A Esporte Sem Fronteiras conseguiu reunir os recursos necessários para a competição graças às parcerias fechadas com o Americano e a Fundação Municipal de Esportes de Campos. A disputa conta com 12 equipes, divididas em duas chaves de seis. Os campistas voltam às quadras nesta quarta-feira, para mais dois jogos. Pela manhã, enfrentam o Cepe (SC) e, à tarde, medem forças com a Adesp (SC), no mesmo local.

De acordo com o regulamento, os dois primeiros colocados passam para os playoffs, onde as equipes enfrentam seus equivalentes da outra chave, em um inusitado confronto direto entre líderes e segundos colocados. All Star Rodas (PA) e CBA 40 Graus (PI) completam a chave dos representantes do Rio no campeonato.