Artilheiro da Série B1, Maikon Aquino garante Americano focado para final

No próximo domingo (08), às 15 horas, no estádio Ângelo de Carvalho, em Campos, será disputada a final da Taça Santos Dumont, primeiro turno do Campeonato Carioca série B1. De um lado um Americano embalado, vindo de oito vitórias consecutivas, e do outro o “franco atirador” Tigres do Brasil.

Dono da melhor campanha até aqui, o Alvinegro do Parque Tamandaré acumula bons retrospectos na competição. O Canão é o visitante mais indigesto do certame: são quatro vitórias em quatro jogos longe de Campos. Além de possuir o melhor ataque do campeonato com 23 gols marcados em dez partidas.

Um dos principais responsáveis por estes números é o atacante Maikon Aquino. Artilheiro da B1 com oito gols marcados, o camisa sete alvinegro ressalta a importância de decidir em casa e garante o Cano focado para a finalíssima.

– Não há nada melhor do que poder definir em casa ao lado do nosso torcedor. Espero que eles possam ser o nosso décimo segundo jogador. Estamos totalmente focados para essa decisão. Sabemos da força da equipe do Tigres, respeitamos a campanha deles, mas iremos com força total para sairmos campeões no domingo – disse.

Sobre a campanha impecável do Glorioso no primeiro turno, com incríveis 81,5% de aproveitamento, Aquino credita ao trabalho de Josué Teixeira e toda comissão técnica, mas rechaça qualquer tipo de favoritismo nesta decisão diante do Tigres do Brasil.

– Temos que ressaltar o trabalho que vem fazendo o professor Josué Teixeira e toda a comissão técnica. Eles ajudam muito no nosso estilo de jogo e na forma de atuar. Isso passa muita confiança, mas temos consciência que final não tem essa de favoritismo, ganha aquele que se doar mais e estiver mais exato nas jogadas. Por isso, vamos nos doar ao máximo para que possamos ser merecedores dessa conquista – afirmou o centroavante, que faz sua primeira temporada com a camisa alvinegra.

Provável escalação do Americano: Luiz Henrique; Sanderson, Admilton, Kadu e Rafinha; Vandinho, Marquinhos e George; Bruno Viana, Maikon Aquino e Claudio Maradona. Técnico: Josué Teixeira