AVD marca dois gols na mesma partida pela primeira vez no Estadual de Futsal

Elenco da AVD antes do início de jogo, na Rua Figueira de Melo | Divulgação/AVD
Elenco da AVD antes do início de jogo, na Rua Figueira de Melo | Divulgação/AVD
Elenco da AVD antes do início de jogo, na Rua Figueira de Melo | Divulgação/AVD
Elenco da AVD antes do início de jogo, na Rua Figueira de Melo | Divulgação/AVD

Feito aconteceu na goleada de 24 a 2 para a Luca

Com um elenco formado por 16 jogadores surdos, a Associação Valorizando as Diferenças (AVD) estreou na noite no Campeonato Estadual de Futsal Adulto com derrota: foi goleada por 24 a 2 pela Liga Universitária Carioca (Luca), no ginásio do São Cristóvão, na Rua Figueira de Melo. Essa é a segunda vez que a equipe disputa a competição oficial, contra as melhores equipes do estado, que não contam com portadores de qualquer deficiência física.

Apesar do placar elástico, o treinador Eduardo Duarte enxergou diversos pontos positivos no desempenho de seus comandados. Os dois gols foram marcados pelo pivô Matheus Moura.

SAIBA MAIS: Time formado por surdos disputará o Estadual de Futsal

— O nervosismo atrapalhou bastante, mas fizemos um bom jogo. Criamos grandes oportunidades e desperdiçamos gols em situações nas quais o goleiro já estava batido. Gostei de nosso volume de jogo, o time tem mostrado grande evolução. E nós nunca havíamos feito mais de um gol em uma partida oficial — comemora.

Duarte destacou ainda a qualidade do adversário enfrentado, para valorizar o feito. Em 2015, quando a AVD participou da competição pela primeira vez, não conseguiu pontuar.

— A Luca tem um time muito bom, uma seleção formada pelos times que disputam campeonatos universitários. Além de ter qualidade, tem estrutura — pondera.

Os jogadores terão pouco tempo para descansar: a AVD volta à quadra nesta sexta-feira, para enfrentar a Portuguesa. A partida acontece às 20h30, no ginásio do Estádio Luso-Brasileiro, na Ilha do Governador. A entrada é franca. Também participam da competição Canto do Rio, Helênico e Maria da Graça.