Bangu sobra contra o Vasco e vence na estreia da Taça Guanabara

Sem torcida, já que o jogo foi com portões fechados em virtude do conturbado momento político que vive o Vasco, a equipe cruzmaltina estreou no Campeonato Carioca com uma derrota por 2 a 0 para o Bangu, na noite desta quinta-feira (18), em São Januário. Em uma atuação de pouca criatividade e sem destaques individuais, o time de Zé Ricardo viu Rodney e Anderson Lessa marcarem os gols alvirrubros.

No último minuto da partida, Nenê, que já tinha amarelo, ainda foi expulso por causa de reclamação e desfalca o Gigante da Colina na próxima rodada quando o duelo será contra o Nova Iguaçu, no domingo (21), às 17h, também na Colina Histórica.

No primeiro tempo, apesar de ter mais o controle da bola, o Vasco foi pouco efetivo. Paulinho, Nenê e Wagner se esforçaram, mas o time pouco criou. Foram muitos passes errados. Evander, de cabeça, acertou a trave no único lance de perigo do Gigante da Colina. O Bangu, que adotou a estratégia de se fechar e sair nos contra-ataques, acabou tendo as melhores chances. Aos 41, em um vacilo da defesa, Rodney pegou um rebote dentro da área e bateu cruzado. Martín não conseguiu chegar: 1 a 0 para o Alvirrubro.

Na segunda etapa, a ordem do técnico Zé Ricardo era pressionar a saída de bola do Bangu e ficar mais no campo de ataque. As mudanças feitas, como as entradas de Paulo Vitor e Caio Monteiro, deixaram o time mais rápido, mas ainda pouco eficiente. Nenê conseguiu alguns lances de técnica, mas ainda mostrou que falta rimo. Caio Monteiro teve a chance de empatar numa cabeçada. Mas foi pouco. Aos 37, livre de marcação dentro da área, Anderson Lessa desviou cruzamento e decretou a vitória do Bangu por 2 a 0.

Com o resultado, o time da Zona Oeste iguala o Flamengo na liderança do grupo B com três pontos e na próxima rodada da Taça Guanabara, mede forças contra o Voltaço, no domingo (21), às 16h30. Derrotado, o Vasco divide a lanterna da chave junto do Volta Redonda, que sucumbiu contra os rubro-negro na noite de ontem (17).

Vasco 0 x 2 Bangu 

Estádio de São Januário (Rio de Janeiro)

Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães

Assistentes: Rodrigo Figueiredo Henrique Corrêa e Thiago Henrique Neto Corrêa Farinha
Vasco: Martín Silva; Yago Pikachu, Luiz Gustavo (Desábato), Ricardo Graça e Henrique; Wellington (Caio Monteiro), Wagner (Guilherme Costa), Evander (Andrey), Nenê e Paulinho; Ríos (Paulo Vitor). Técnico: Zé Ricardo.
Bangu: Célio Gabriel; Valdir, Michel, Dalton (Rogério Xodó) e Guilherme; Magno, Marcos Júnior, Rodney (Oliveira) e Almir (Léo Jesus); Sidney (Everton Sena) e Nílson (Anderson Lessa). Técnico: Alfredo Sampaio.
Cartões amarelos: Nenê e Andres Ríos (Vasco); Michel (Bangu)
Cartão vermelho: Nenê (Vasco)

Gols: Rodney – Bangu (43/1º tempo) e Anderson Lessa – Bangu (37/2º tempo)

Renda e público: Não houve