Boavista bate o Nova Iguaçu e vence a segunda seguida na Taça Rio

O Boavista mais uma vez mostrou a força do seu elenco e venceu o Nova Iguaçu por 2 a 1, na tarde deste domingo (25), em partida válida pela segunda rodada da Taça Rio. Depois de sair na frente com Fellype Gabriel e ver o Nova Iguaçu empatar no lance seguinte com Iuri Pimentel ainda no primeiro tempo, o Verdão de Bacaxá soube se reinventar na etapa final após as lesões de Fellype Gabriel e Erick Flores. Depois sofrer certa pressão do Laranja da Baixada, o time de Saquarema encontrou as redes com Elivelton, perto do fim, e chegou a segunda vitória em dois jogos no segundo turno do Carioca.

Com a vitória, o Boavista chegou aos seis pontos no Grupo C e por conta do saldo de gols, o time está na terceira colocação, atrás de Fluminense e Portuguesa. O Nova Iguaçu, por outro lado, aparece em quinto no Grupo B sem nenhum ponto somado.

A partida começou de forma truncada no início e as equipes não conseguiam criar chances de perigo e disputavam a bola no meio. Aos 16 minutos, o primeiro gol: Lucas cobrou falta na área e, após desvio, Fellype Gabriel escorou para o fundo das redes e fez Boavista 1 a 0 em Bacaxá. No ataque seguinte do Nova Iguaçu, o empate. Andrezinho cobrou falta na área e, após desvio, Iuri Pimentel empatou o jogo: 1 a 1.

Depois de começar melhor a partida, o Boavista viu o Nova Iguaçu crescer após a parada técnica e deixar o jogo muito aberto para a segunda etapa. Contudo, nos 45 minutos finais,  as equipes diminuíram o ritmo e pouco criaram. Somente aos 31 um lance de perigo. Lucas cobrou escanteio na área e após dois desvios de cabeça, Elivelton escorou para o gol e deu números finais ao duelo: Boavista 2 a 1.

Os dois times voltam a campo no próximo domingo (04), pela terceira rodada da Taça Rio. Às 15h45, o Nova Iguaçu enfrenta o Madureira no Laranjão. Um pouco mais tarde, às 19h30, o Boavista mede forças com o Vasco em Cariacica.

Boavista 2×1 Nova Iguaçu

Estádio Elcyr Resende de Mendonça (Saquarema)

Árbitro: Philip Georg Bennett

Assistentes: Wallace Muller Barros Santos e Rafael Sepeda de Souza

Boavista: Rafael; Thiaguinho, Gustavo, Elivelton e Júlio César; Vitor Faíska, Willian Maranhão, Lucas, Fellype Gabriel (Marquinho) e Erick Flores (Felipe Augusto),(Caio Cezar); Leandrão. Técnico: Eduardo Àllax.

Nova Iguaçu: Jefferson; Wallace, Raphael Neuhaus, Murilo Henrique e Robinho (Ronan); Iuri Pimentel (Caio Cezar) e Paulo Henrique (Vinicius Matheus); Wescley, Andrezinho e Dieguinho; Adriano. Técnico: Edson Souza.

Cartões amarelos: Vitor Faíska e Leandrão (Boavista); Paulo Henrique e Vinicius Matheus (Nova Iguaçu)

Cartões vermelhos: Não houve

Gols: Fellype Gabriel – Boavista (16/1º tempo); Iuri Pimentel – Nova Iguçu (18/1º tempo); Elivelton – Boavista (31/2º tempo)

Público e Renda: Não foram divulgados