Boavista x Bangu: Uma semifinal de turno entre pequenos após 11 anos

Boavista e Bangu disputarão uma das semifinais da Taça GB na tarde desta quinta-feira | Gustavo Garcia (GE) e João Carlos Gomes (BAC)

Chegou ao fim uma espera de mais de uma década. Lá se vão onze anos, desde que Volta Redonda e Cabofriense decidiram no Maracanã, uma vaga na final da Taça Rio de 2007 e o Tricolor Praiano conseguiu a avançar para a decisão nos pênaltis, mas acabou derrotado pelo Botafogo na disputa pelo título. Agora, em 2018, novamente dois times de menor expressão voltarão a disputar uma semifinal de turno do Campeonato Carioca e o duelo que vale uma vaga na final da Taça Guanabara será entre Boavista, primeiro colocado do Grupo C e Bangu, segundo colocado no Grupo B. Para conquistar a classificação as duas equipes desbancaram dois gigantes do estado, Vasco e Fluminense.

Por ter feito melhor campanha na fase de grupos do primeiro turno do Estadual, o Verdão de Saquarema tem a vantagem de jogar pelo empate na semifinal desta quinta-feira (08), às 17h, no Estádio Nilton Santos contra o rival alvirrubro.

Meia-atacante da equipe do Bangu, Everton Sena garantiu que a desvantagem de ter que buscar a vitória no confronto não afetará o grupo, que para ele já mostrou ao longo da competição ter capacidade para chegar a uma decisão.

– Para nós não é uma surpresa nenhuma ter chegado até aqui, porque trabalhamos muito e estamos treinando bastante. Fizemos jogos que mostraram que temos capacidade de chegar numa semifinal e até numa final. Mas agora temos que estar focados no Boavista, fazer um jogo bom porque precisamos da vitória e tenho certeza que se a gente impor aquilo que estamos fazendo em campo, vamos sair com a vitória. Eles vão ter que sair um pouco para o jogo, porque se ficar só defendendo os 90 minutos não vai ter como segurar a pressão. Então precisamos ficar atentos nos contra-ataques deles e ir para o nosso jogo, que é ter a posse de bola e jogar – disse.

Everton Sena mostrou confiança no elenco do Bangu para disputa da semifinal contra o Boavista | João Carlos Gomes (BAC)

Do outro lado da disputa o Boavista enxerga nesta semifinal a possibilidade de voltar a jogar uma final de turno do Campeonato Carioca após sete anos. A última vez foi em 2011, quando enfrentou o Flamengo na final da Taça Guanabara e acabou derrotado por 1 a 0 com gol de falta do recém aposentado Ronaldinho Gaúcho.

Dessa forma, para conquistar o objetivo o volante Douglas Pedroso acredita que o experiente plantel do Verdão de Saquarema será importante para equipe conquistar a vaga na decisão, apesar de saber que não será fácil vencer o Bangu, que desbancou o Vasco na fase de grupos.

– Todo jogador gosta de disputar títulos. E, no nosso elenco, temos diversos jogadores vitoriosos, com grandes títulos no currículo. Isso vai nos ajudar bastante. Podemos dizer que o nosso time é cascudo neste quesito. Mas futebol não se ganha nada com nome ou papel. É preciso mostrar na prática. Eu tenho certeza que estamos prontos para colocar em campo tudo que foi trabalhado durante esta Taça Guanabara. Temos um adversário de peso para enfrentar, mas estamos nos preparando muito bem. Se fizermos o nosso melhor, tenho certeza que conseguiremos alcançar esta final. Temos um time muito forte e competitivo. Vamos colocar em prática tudo que trabalhamos para fazermos uma grande partida – garantiu.

Douglas Pedroso espera que o experiente elenco do Boavista faça a diferença no duelo contra o Bangu | Davi Pereira (SportVoice Assessoria)

INGRESSOS PARA A SEMIFINAL – VENDA SOMENTE HOJE

Os ingressos para a primeira semifinal da Taça Guanabara entre Boavista e Bangu serão vendidos apenas deurante esta quinta-feira (08), dia do confronto. A partir das 15h, os torcedores poderão adquirir as entradas na bilheteria do Setor Sul do Estádio Nilton Santos, próximo à saída da Estação Olímpica de Engenho de Dentro. Os valores serão promocionais e vão variar entre R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia-entrada).