Bonsucesso e Goyta empatam e seguem na zona da degola do Grupo X

Empate em 1 a 1 foi ruim para as pretensões de ambas as equipes no Grupo X do Carioca | Agência Ferj

Lutando para conseguir a primeira vitória no Grupo X do Campeonato Carioca, quadrangular que define as equipes rebaixadas à Série B1 do Estadual anda em 2018, Bonsucesso e Goytacaz duelaram na tarde desta quarta-feira (07), em Moça Bonita, em duelo válido pela primeira rodada do returno e ficaram no empate em 1 a 1.

Com o resultado as duas equipes somam apenas três pontos na disputa, permanecem sem vitórias e estão na zona de rebaixamento do Grupo X, por ter o saldo de gols maior que o Goytacaz, o Bonsucesso está na terceira colocação a três pontos do segundo colocado, o America.

Em jogo em que a emoção passou longe na primeira etapa, as duas equipes voltaram dos vestiários melhores em campo e dispostas a fazer uma boa apresentação para os torcedores presentes em Moça Bonita, na etapa final do confronto.

Dessa forma, logo aos 15 minutos o primeiro momento marcante da partida. Mauro Silva foi derrubado por Almir dentro da área e o árbitro assinalou pênalti a favor do Bonsucesso. Filipe Silva pegou a bola, mas chutou para fora e perdeu a chance de colocar o rubro-anil na frente do marcador.

Abatido, os donos da casa viram o Goytacaz marcar primeiro aos 19 minutos. João Vitor fez linda jogada, cruzou para Gabriel Galhardo, o meia só empurrou para o fundo das redes e fez 1 a 0 para equipe alvianil de Campos.  Já no fim, aos 37 minutos, o Bonsucesso se mostrou valente e conseguiu o empate com Jackson, que aproveitou rebote de Paulo Henrique após chute de Matheus Pimenta e deixou tudo igual em Bangu.

Na próxima rodada do Grupo X, o Bonsucesso vai até o Estádio do Trabalhador, no sul do estado para enfrentar o Resende no sábado (17), às 16h, enquanto o Goytacaz receberá o America no mesmo dia e horário no Estádio Ary de Oliveira e Souza, em Campos.

Bonsucesso 1×1 Goytacaz

Estádio de Moça Bonita (Rio de Janeiro)

Árbitro: Philip Georg Bennett

Assistentes: Wallace Muller Barros Santos e Guilherme Vogas Tavares

Bonsucesso: Fabrício; Thiaguinho, Felipão (Renan Rocha, intervalo), Leandrão e Jeanderson; Filipe Silva, Mauro Silva (Sabão), Julinho e Leandro Chaves (Miguel); Matheus Pimenta e Jackson. Técnico: Toninho Andrade.

Goytacaz: Paulo Henrique; Tenente, Cleiton, Mário Pierre (Edson) e Almir; Jefinho, Gabriel Leite, João Vítor e Gabriel Galhardo (Vico); Canhoto e Luquinha (Anderson Oliveira). Técnico: Paulo Henrique.

Cartões amarelos: Jeanderson (Bonsucesso); Almir e Anderson Oliveira (Goytacaz)

Cartões vermelhos: Não houve

Gols: Gabriel Galhardo – Goytacaz (19/2º tempo); Jackson – Bonsucesso (37/2º tempo)

Público: 170 pagantes e 200 presentes

Renda: R$ 1.350,00