Botafogo bate o Atlético-PR no Nilton Santos e volta a vencer no Brasileiro

Com gols de Rodrigo Lindoso e Renan Lodi -contra- o Botafogo voltou a vencer no Brasileiro depois de dois empates seguidos | Luciano Belford (SS Press / Botafogo)

Longe de ser brilhante, o Botafogo conseguiu ser eficiente na noite desta quarta-feira (13), e derrotou o Atlético-PR por 2 a 0, no Estádio Nilton Santos, pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro, com gols de Rodrigo Lindoso e Renan Lodi, contra.

Com a vitória, o Botafogo chegou aos 17 pontos e subiu para a nona colocação na tabela de classificação do Brasileiro. O time alvinegro volta a campo pela Série A somente no próximo dia 18 de julho, contra o Corinthians, em São Paulo.

A partida no primeiro tempo foi bastante truncada, com ambos os times mostrando muita dificuldade na criação. Inicialmente o Atlético-PR conseguiu manter por mais tempo a bola no campo de ataque, mas sem traduzir essa posse em chances reais de gol. Aos poucos, o Botafogo foi ganhando espaço, arriscou chutes de longe e começou a fazer Santos trabalhar. O goleiro fez duas defesas difíceis, a primeira no lance que terminou em pênalti para o Botafogo, com Lindoso cobrando com categoria para abrir o placar: 1 a 0 para o Alvinegro de General Severiano. Depois, Santos também apareceu bem na tentativa à queima-roupa de Luiz Fenrnando.

Na segunda etapa, o Botafogo melhorou o toque de bola e passou a usar mais a velocidade. O Atlético-PR ameaçou, especialmente na falta cobrada por Carleto que Jefferson defendeu, e no voleio que Nikão errou. Mas a entrada de Renatinho deu mais mobilidade ao meio alvinegro. O segundo gol veio em um escanteio. Valencia cobrou, Yago desviou e Igor Rabello completou para a rede. O zagueiro alvinegro usou o braço, mas a arbitragem validou o gol e ainda deu para o zagueiro atleticano Renan Lodi: 2 a 0 no placar. A partir daí, total domínio alvinegro. Aos 33, Kieza recebeu bela bola de Renatinho e finalizou com muito perigo. Depois foi a vez de Lindoso perder uma chance clara, após desvio de Rabello. No fim, Ezequiel ainda fez bela jogada e por pouco não marcou. Vitória garantida.

Botafogo 2×0 Atlético-PR

Estádio Nilton Santos (Rio de Janeiro)

Árbitro: Rodrigo Batista Raposo (DF)

Assistentes: Daniel Henrique da Silva Andrade (DF) e Luciano Benevides de Sousa (DF)

Botafogo: Jefferson; Luís Ricardo, Yago, Igor Rabello, Moisés; Matheus Fernandes, Rodrigo Lindoso, Leo Valencia (Dudu Cearense), Luiz Fernando (Renatinho); Rodrigo Pimpão (Ezequiel) e Kieza. Técnico: Alberto Valentim.

Atlético-PR: Santos; José Ivaldo, Thiago Heleno, Bruno Guimarães (Renan Lodi); Marcinho, Camacho, Raphael Veiga, Nikão, Thiago Carleto; Guilherme (Pablo) e Bergson (Éderson). Técnico: Fernando Diniz.

Cartões amarelos: José Ivaldo, Raphael Veiga (Atlético-PR)

Gols: Rodrigo Lindoso – Botafogo (33’/1º tempo), Igor Rabello – Botafogo (26’/2º tempo)

Público: 10.048 pagantes e 10.965 presentes

Renda: R$ 124.805