Botafogo perde em casa para o Bahia e se complica na tabela do Brasileirão

O atacante Rodrigo Pimpão foi um dos mais vaiados pelo torcedor do Alvinegro Carioca | Divulgação (BFR)

Preocupação! Esse é o sentimento que ficou para o torcedor alvinegro após assistir o Botafogo perder de 1 a 0 para o Bahia, em casa, no Estádio Nilton Santos, pela trigésima rodada do Campeonato Brasileiro. Edigar Junio marcou o único gol da partida que acabou sob protestos da torcida do clube carioca com vaias e gritos de “vergonha!”

Com o resultado, o Glorioso caiu para a décima terceira colocação ficando com 35 pontos perto da zona da degola. Já o Bahia subiu três posições passando o próprio mandante da partida e agora é o décimo com 37 pontos.

O Botafogo veio a campo com os desfalques do zagueiro Carli e do volante Matheus Fernandes, duas das principais peças da equipe. O Glorioso apostava nas investidas pelas pontas com a velocidade de Rodrigo Pimpão e Luiz Fernando e tentava sufocar o Tricolor de Aço, porém, não conseguia levar muito perigo.

O Esquadrão de Aço jogava no erro do clube carioca e em um desses vacilos criou a primeira oportunidade de perigo do jogo: Zé Rafael pressionou a defesa alvinegra, a bola ficou com Ramires que tocou para Paulinho chutar forte e obrigar Saulo a fazer boa defesa.

Aos 28, mais um grande chance do Bahia com Ramires que não alcançou bom cruzamento rasteiro e de Léo. O Botafogo até trocava bons passes, mas pecava no último passe irritando sua torcida que ensaiou vaias no final da primeira etapa.

O Esquadrão de Aço voltou para o segundo tempo com Edigar Junio no lugar de Gilberto lesionado no joelho. O atacante demonstrou estrela, e aos dois minutos, abriu o placar para o time baiano após completar de cabeça um lindo cruzamento de Ramires.

O Bahia gostou do jogo e quase ampliou logo em seguida em bom chute de Léo. Zé Ricardo não demorou a mexer e colocar o Glorioso pra frente, tirando o volante Jean para por o atacante Erik. O Bota logo respondeu em dois lances perigosos com Luiz Fernando e Rodrigo Pimpão.

Mas foi Erik que perdeu a principal oportunidade do Alvinegro. O atacante foi lançado e frente a frente com o goleiro Douglas chutou para fora, para desespero dos torcedores do clube carioca. Depois disso o que se viu foi o Time da Estrela Solitária totalmente desarrumado em campo que consequentemente não conseguiu reverter o resultado.

O Botafogo volta a campo no próximo sábado (27) para enfrentar o Atlético-PR, na Arena da Baixada, às 21h. O Bahia joga no mesmo dia contra o Corinthians, no Itaquerão, às 19h.

Botafogo 0 x 1 Bahia

Estádio Nilton Santos (Rio de Janeiro– RJ).

Árbitro:  Anderson Daronco (Fifa-RS).

Assistentes: Rafael da Silva Alves (RS) e Jorge Eduardo Bernardi (RS).

Botafogo: Saulo; Marcinho, Marcelo Benevenuto, Igor Rabello, Gilson; Jean (Erik), Rodrigo Lindoso, Gustavo Bochecha (Brenner); Luiz Fernando, Rodrigo Pimpão (Marcos Vinícius), Kieza. Técnico: Zé Ricardo.

Bahia: Douglas Friedrich; Nino Paraíba, Jackson, Lucas Fonseca, Léo; Gregore, Nilton, Ramires Paulinho (Flavio), Zé Rafael (Vinícius); Gilberto (Edigar Junio). Técnico: Enderson Moreira.

Cartões amarelos: Rodrigo Lindoso (Botafogo); Zé Rafael (Bahia).

Gols: Edigar Junio – Bahia (02’/2°tempo).

Público: 6.415 pagantes e 8.180 presentes.

Renda: R$ 107.695,00.