Botafogo perde para o São Paulo e não vence há três jogos no Brasileiro

Numa noite inspirada de Nenê, Everton e Diego Souza, o São Paulo conseguiu boa virada diante do Botafogo, por 3 a 2 na noite desta quarta-feira (30), no Morumbi e segue invicto no Brasileiro. Os gols do triunfo sobre os cariocas foram marcados pelo trio de ataque tricolor – um de cada – e pelos alvinegros Valencia e Rodrigo Pimpão descontaram.

Com a derrota, o Botafogo ocupa a 13ª posição da tabela de classificação da competição com apenas nove pontos e no próximo sábado (02) joga um clássico contra um adversário em condições parecidas, porém às 19h, quando visita o Vasco, em São Januário.

A partida começou com muito equilíbrio, e o Botafogo, após ficar por mais de um minuto com a bola nos pés, abriu o placar com Valencia, aos 15 minutos: um golaço em belo chute de fora da área. A resposta tricolor veio dois minutos depois, mas num pênalti marcado de forma equivocada por Wilton Pereira Sampaio. Nenê, que não tinha nada a ver com isso, bateu mal, mas Jefferson não conseguiu firmar a mão: 1 a 1 no placar do Morumbi.

No primeiro tempo ainda, o São Paulo praticamente sacramentou a vitória. Aos 30, Diego Souza marcou gol de futevôlei após a bola passar na frente de Carli e Rabello, dentro da área, em cruzamento de Marcos Guilherme que veio da direita. Aos 49, Everton fez o terceiro após duplo erro de passe de Lindoso no círculo central. Jucilei recuperou a bola e passou a Diego, que esticou na ponta para o camisa 22 que disparou e guardou: São Paulo 3 a 1.

O segundo tempo perdeu em emoção, e Diego Aguirre, sentindo a iminente vitória, foi substituindo seus principais homens. Primeiro saiu Nenê. Depois, Diego Souza e por último, Everton.

Mas um gol de Pimpão no fim, conquistado após um dos inúmeros levantamentos de bola de Leo Valencia para dentro da área, botou fogo no jogo. Contudo, não houve mais lances de emoção, mesmo com o Botafogo rondando a área são-paulina.

 

São Paulo 3×2 Botafogo

Estádio do Morumbi (São Paulo)

Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (GO/FIFA)

Assistentes: Fabrício Vilarinho da Silva (GO/FIFA) e Bruno Raphael Pires (GO/FIFA)

São Paulo: Sidão; Régis, Anderson Martins, Arboleda e Edimar; Jucilei, Petros e Nenê (Shaylon); Marcos Guilherme, Everton (Valdívia) e Diego Souza (Diego Souza). Técnico: Diego Aguirre.

Botafogo: Jefferson; Marcinho, Joel Carli, Igor Rabello e Moisés; Matheus Fernandes e Rodrigo Lindoso (Rodrigo Pimpão); João Pedro (Marcos Vinícius) Luiz Fernando (Aguirre) e Leo Valencia; Kieza. Técnico: Alberto Valentim.

Cartões amarelos: Nenê, Shaylon e Marcos Vinícius (São Paulo); Carli e Matheus Fernandes (Botafogo)

Cartões vermelhos: Não houve

Gols: Leo Valencia – Botafogo (15’/1º tempo), Nenê – São Paulo(19’/1º tempo) Diego Souza – São Paulo (30’/1º tempo). Éverton – São Paulo(48’/1º tempo); Rodrigo Pimpão – Botafogo (37’/2º tempo)

Público: 25.427 pagantes

Renda: R$ 547.988,00