Botafogo reage no fim e empata com Palmeiras em sua estreia no Brasileiro

O zagueiro Igor Rabello voltou a marcar após sofrer vaias da torcida do Botafogo e empatou a partida | Vítor Silva (BFR)

Depois de ser campeão Carioca no domingo (08), o Botafogo virou a chave e estreou pelo Campeonato Brasileiro empatando em 1 a 1 com o Palmeiras, no Estádio Nilton Santos. O jogo foi movimentado com oportunidades para os dois lados e o Glorioso dominou a maior parte da partida. Com o resultado, Botafogo e Palmeiras ocupam a 11° e 12° colocação da competição com um ponto somado.

O Palmeiras iniciou o primeiro tempo tentando fazer valer a qualidade técnica do seu elenco. Com mais posse de bola e encontrando espaços pela esquerda o Alviverde criou boa oportunidade logo aos cinco minutos: Keno cruzou na área, Willian cabeceou e Gatito fez grande defesa com a perna. Aos poucos, O Botafogo se acertou taticamente e começou a tirar os espaços da saída de bola do Verdão. O Glorioso levou perigo em chutes de longe de Brenner e Valencia e dominou os últimos vinte minutos da etapa inicial.

Na segunda etapa, Guerra substituiu o apagado Lucas Lima. O Palmeiras logo viu resultado na mudança. Aos oito minutos, Dudu ganhou de Igor Rabello e deu lindo passe de calcanhar para Guerra. O venezuelano tocou com categoria na saída de Gatito: 1 a 0 Palmeiras. Apesar de muita disposição, alguns jogadores do time de General Severiano eram vaiados como Valencia e, principalmente, Igor Rabello por ter falhado no lance do gol.

Porém, o destino guardou para o zagueiro o mesmo desfecho do jogo contra o Vasco pela semifinal da Taça Rio, onde também era criticado e marcou o gol da vitória. Aos 36, após confusão na área Igor furou na primeira, mas não perdoou na segunda e estufou às redes de Jailson: 1 a 1. O Botafogo ainda tentou a virada, mas esbarrou no goleiro Alviverde.

O Botafogo volta a campo pelo Campeonato Brasileiro contra o Sport, na próxima segunda (23), às 20h, na Ilha do Retiro. O Palmeiras enfrenta o Internacional, no domingo (22), às 16h, no Pacaembu.

Botafogo 1 × 1 Palmeiras

Estádio Nilton Santos (Rio de Janeiro)

Árbitro: Ricardo Marques (MG/FIFA)

Assistentes: Guilherme Dias Camilo (MG/FIFA) e Sidmar dos Santos Meurer (MG)

Botafogo: Gatito Fernández; Marcinho, Joel Carli, Igor Rabello, Gilson; Rodrigo Lindoso, Bochecha (Marcos Vinícius), Matheus Fernandes (Kieza), Leandro Carvalho (Rodrigo Pimpão), Leonardo Valencia; Brenner. Técnico: Alberto Valentim.

Palmeiras: Jailson; Marcos Rocha, Thiago Martins, Antônio Carlos, Diogo Barbosa; Felipe Melo, Bruno Henrique (Moisés), Lucas Lima (Guerra); Dudu, William (Deyverson), Keno. Técnico: Roger Machado.

Cartões amarelos: Marcinho (Botafogo) Marcos Rocha, Diogo Barbosa, Felipe Melo, Dudu (Palmeiras)

Cartão vermelho: Não houve

Gols: Guerra – Palmeiras (08 /2º tempo); Igor Rabello – Botafogo (36 /2º tempo);

Público: 7.020 pagantes e 8.033 presentes

Renda: R$ 207.880,00