Botafogo vacila no início e é goleado pelo Grêmio fora de casa

Botafogo foi presa fácil para o Grêmio e acabou goleado no Sul | Lucas Uebel | (GFBPA)

Com direito a dribles e trocas de passes envolventes mesmo em um campo pesado, o Grêmio goleou o Botafogo por 4 a 0 na tarde deste sábado (01), na Arena Tricolor, em Porto Alegre, em duelo válido pela 22ª rodada do Brasileiro. Jael, com dois gols, foi o personagem principal do duelo, mas Luan, Everton, Cícero e Léo Moura mereceram destaque.

Após o resultado negativo o Botafogo permaneceu na décima terceira colocação na tabela de classificação com 25 pontos somados. Na próxima rodada, na quarta-feira (05), o Alvinegro enfrenta o Cruzeiro, no Estádio Nilton Santos às 19h30.

Jogando em casa, o Grêmio foi para cima e aos oito minutos, Yago fez uma lambança incrível, e Carli, tentando limpar a barra do companheiro, cometeu pênalti. Jael, de cavadinha, abriu o placar para o Tricolor Gaúcho. Três minutos, Cícero recebeu com muita liberdade e cruzou para Jael ganhar de Carli e fazer o segundo: 2 a 0 para o Imortal antes dos 15 minutos de partida.

No final do primeiro tempo, o Grêmio trocava passes com tamanha tranquilidade que a torcida ameaçou um “olé”. Um passeio em uma etapa na qual o Botafogo não levou perigo algum ao goleiro Paulo Victor. Apenas Jean, que evitou o pior em dois contra-ataques, e Erik se salvaram.

Na etapa final da partida, a mesma tônica. Só deu Grêmio. O terceiro gol, de Alisson, aos 15 minutos foi construído com muita liberdade, e o quarto, de André, nasceu de um novo pênalti desnecessário cometido por Carli. No fim: 4 a 0 para os donos da casa e tristeza por parte dos comandados de Zé Ricardo.

Grêmio 1×0 Botafogo

Arena do Grêmio (Porto Alegre – RS)

Árbitro: Jailson Macedo Freitas (BA)

Assistentes: Alessandro Álvaro Rocha de Matos (FIFA-BA) e Elicarlos Franco de Oliveira (BA)

Grêmio: Paulo Victor; Léo Moura, Geromel, Kannemann e Cortez; Maicon (Alisson), Cícero (Douglas), Ramiro, Luan e Everton; Jael (André). Técnico: Renato Gaúcho.

Botafogo: Saulo; Marcinho, Carli, Yago e Moisés; Jean, Matheus Fernandes (Marcelo), Erik, Valencia e Luiz Fernando (Rodrigo Pimpão); Brenner (Aguirre). Técnico: Zé Ricardo.

Cartões amarelos: Cícero, Cortez (Grêmio); Carli, Marcelo, Rodrigo Pimpão (Botafogo)

Gols: Jael, 11’/2ºT (1-0); Jael, 44’/2ºT (2-0); Alisson, 15’/2ºT (3-0); André (pênalti), 30’/2ºT (4-0)

Renda: R$ 538.966,00

Público: 16.589 presentes (14.852 pagantes)