Brasil bate a Sérvia, se classifica para as oitavas e enfrenta o México

A primeira fase se foi! Ainda sem apresentar o futebol que todos esperam, mas com uma atuação bem mais segura do que nos jogos contra Suíça e Costa Rica o Brasil bateu a Sérvia por 2 a 0 na tarde desta quarta-feira (27), em Moscou e se livrou da fase de grupos da Copa do Mundo da Rússia com primeiro lugar do Grupo E garantido.

Com sete pontos somados em três jogos a seleção brasileira ficou dois a frente da segunda colocada Suíça e nas oitavas de final enfrentará um velho conhecido, o México. Com três pontos a Sérvia terminou em terceiro e a Costa Rica acabou na lanterna da chave com apenas um ponto.

PAULINHO MARCA E ALIVIA TENSÃO NA PRIMEIRA ETAPA

Precisando da vitória, a Sérvia iniciou o jogo tentando surpreender o Brasil com uma marcação sob pressão no campo de ataque, que evitava a tradicional troca de passes que dá o domínio a seleção brasileira. Encontrando dificuldades para sair da defesa, os comandados de Tite sofreram um forte baque antes do sete minutos de partida. Marcelo sentiu uma lesão muscular na região lombar e precisou ser substituído por Filipe Luís.

Depois da saída do camisa 12 a Sérvia – que investia nas bolas áreas como já era de se esperar- viu o Brasil crescer no jogo, ter maior posse de bola, dominar o jogo e perder boas chances de gol. Aos 17 minutos, Gabriel Jesus buscou o jogo no meio de campo, enxergou boa infiltração de Paulinho e lançou o volante, que só não chegou na bola por que o goleiro sérvio antecipou a jogada.

Pouco tempo depois, aos 24, Neymar e Gabriel Jesus tabelaram dentro da área e a bola sobrou para o camisa 10 que bateu de perna esquerda, mas o goleiro Stojkovic fez boa defesa e evitou o primeiro gol do Brasil que não demorou muito para sair. Aos 35, como num Déjà vu da jogada que já havia acontecido minutos antes, Philippe Coutinho viu Paulinho passando por trás da defesa sérvia e lançou o jogador do Barcelona, que com um toque de categoria venceu o arqueiro adversário e abriu o placar em Moscou: Brasil 1 a 0.

Com um toque de categoria, Paulinho encobriu Stojkovic e marcou o primeiro gol do Brasil contra a Sérvia | Getty Images

SÉRVIA ENSAIA PRESSÃO E GOL DE CABEÇA TRANQUILIZA O BRASIL

Ciente de que só uma virada contra o Brasil lhe daria a classificação às oitavas de final da Copa do Mundo, a Sérvia voltou para o segundo tempo elétrica, encontrou um adversário desligado e tomou conta do jogo. Com mais posse de bola os sérvios investiram em muitas bolas levantadas na área brasileira para aproveitar a estatura de seus jogadores de defesa e ataque. Apesar dos cruzamentos não terem surtido efeito até os 20 minutos do segundo tempo a seleção brasileira apenas assistiu os europeus em campo.

Aos 22, Neymar cobrou escanteio com perfeição na primeira trave, Thiago Silva subiu mais que dois defensores adversários e ampliou o placar do duelo: 2 a 0. Como um acaso do destino, um gol de cabeça tirava a seleção brasileira do sufoco, já que tanto se falou nos últimos dias sobre a diferença de altura entre sérvios e brasileiros (10 cm).

Antes o segundo gol, Tite já havia percebido que o time brasileiro tinha perdido o meio de campo e colocou Fernandinho no lugar de Paulinho, que apesar do tento marcado na partida segue com atuações abaixo da média na Rússia. Pouco tempo depois, aos 26, Filipe Luis aproveitou sobra de bola na entrada da área após cobrança de escanteio e soltou a bomba da entrada da área, mas Stojkovic fez boa defesa.

Gol de Thiago Silva aliviou a seleção brasileira no melhor momento da Sérvia no jogo | Getty Images

A partir daí, a Sérvia sentiu o segundo gol e viu o Brasil passar a dominar o jogo, assim como já havia acontecido no primeiro tempo. Aos 34, Coutinho que já tem cartão amarelo foi sacado de campo para ser poupado e dar ritmo de jogo a Renato Augusto. Antes do fim, a seleção brasileira que já não sofria mais perigo com o ataque sérvio, viu Neymar desperdiçar duas boas chances de fazer o terceiro.

Aos 40, Fernandinho enfiou bola na área para Neymar, que recebeu cara a cara com Stojkovic, tentou o drible no goleiro, mas acabou desarmado. Já nos acréscimos, aos 47, o camisa 10 tentou por mais uma vez driblar o goleiro,  e perdeu outra grande chance.

Final de jogo em Moscou e Brasil classificado para enfrentar o México nas oitavas final da Copa do Mundo, em duelo que acontece na próxima segunda-feira (02), às 11h em Samara.

Brasil 2×0 Sérvia

Local: Estádio Spartak (Moscou)

Árbitro: Alireza Faghani (IRN)

Assistentes: Reza Sokhandan e Mohammadreza Mansouri (IRN)

Brasil: Alisson; Fagner, Thiago Silva, Miranda e Marcelo (Filipe Luís 9’/1ºT); Casemiro; Willian, Paulinho (Fernandinho 20’/2ºT), Philippe Coutinho (Renato Augusto 34’/2ºT) e Neymar; Gabriel Jesus. Técnico: Tite.

Sérvia: Stojkovic; Rukavina, Milenkovic, Veljkovic e Kolarov; Matic, Milinkovic-Savic; Tadic, Ljajic (Zivkovic 29’/2ºT), Kostic (Radonjic 36’/2ºT); Mitrovic (Jovic 44’/2ºT). Técnico: Mladen Krstajić.

Cartões amarelos: Ljajic,  Matic e Mitrovic (Sérvia)

Cartões vermelhos: Não houve.

Gols: Paulinho – Brasil (36’/1º tempo) e Thiago Silva – Brasil (22’/2º tempo)

Público: 44.190 pagantes