Anderson Manga comemora gol de pênalti que decretou a vitória da Cabofriense sobre o Macaé | Marcos Faria Melo

Cabofriense supera Macaé e assume liderança da 1ª fase do Carioca

Sábado de verão em Cabo Frio é um convite para a praia. Mas o bom momento da Cabofriense levou um bom público ao Estádio Alair Corrêa, para acompanhar a vitória por 1 a 0 sobre o Macaé, em partida válida pela terceira rodada da primeira fase do Campeonato Carioca. Com o resultado, o Tricolor dos Lagos, único invicto da competição, chegou aos sete pontos e assumiu a liderança da corrida por uma vaga na fase final, privilégio destinado àqueles que terminarem a disputa nas duas primeiras posições. Já o adversário, com seis pontos, cai para terceiro.

O jogo foi equilibrado, muito preso ao meio de campo, e pobre em oportunidades criadas. A primeira boa oportunidade de gol aconteceu aos 24 minutos, e foi da Cabofriense, quando Maranhão desperdiçou bom lançamento de João Carlos, em lance de fogo amigo: foi atrapalhado por Bruno Tubarão. A resposta do Macaé veio aos 30, com um cabeçada de Matheus Barcelos, da marca do pênalti, mas George, em sua primeira boa aparição na partida, evitou a abertura do placar.

O gramado irregular fazia do jogo nas laterais a melhor alternativa. As melhores chances da segunda etapa surgiram após a parada técnica. Aos 23, Pipico, que entrara no lugar de Diego Sales, teve boa chance e, de cabeça, mandou a bola por cima do gol. Aos 30, Bruno Tubarão desperdiçou boa chance para a Cabofriense, ao mandar a bola pela linha de fundo.

O goleiro George voltou a salvar a Cabofriense aos 33, ao defender cabeçada à queima-roupa de Matheus Barcelos. O sabor do lance demorou dois minutos para ficar mais amargo: foi o tempo que demorou para um defensor interceptar um cruzamento de Anderson Manga, dentro da área. Ele mesmo cobrou, de pé direito, para garantir a vitória, a liderança e uma situação confortável para o time de Cabo Frio, a duas rodadas do fim da primeira fase.

Os dois times voltam a campo na quarta-feira (10). Com o Cláudio Moacyr de Azevedo sem o laudo emitido pelo Corpo de Bombeiros, o Macaé vai receber o já eliminado America às 16h, no Estádio Eduardo Guinle, em Nova Friburgo. Já a Cabofriense encara o Bonsucesso, no mesmo horário, no Estádio Elcyr Resende de Mendonça, em Saquarema.

 

Cabofriense 1×0 Macaé

Estádio Alair Corrêa (Cabo Frio)

Árbitro: Leonardo Garcia Cavaleiro

Assistentes: Márcio Moreira de Queiroz e Ivan Silva Araújo

Cabofriense: George; Leomir, Victor Silva, Leandro Euzébio e Airton; Levi, Kaká (Gama), Bruno e Davi Ceará (Manga); João Carlos e Maranhão (Carlos Alberto). Técnico: Roy.

Macaé: Andrey; Marcelo, Admilton, Luís Felipe e Matheus; Charles, Igor João, Lepu e Diego Sales (Pipico); Neto e Alex. Técnico: Josué Teixeira.

Gols: Anderson Manga (37/2ºt)

Cartões amarelos: Leandro Euzébio (ADC); Admilton, Charles e Diego Sales (MAC)

Público: 840 pagantes

Renda: R$ 5.950