Capitão do Voltaço, Marcelo cobra entrega para duelo contra o Macaé

Amargando a última colocação do Grupo B, com apenas um ponto marcado na Taça Rio – segundo turno do Campeonato Carioca- o Volta Redonda enfrenta o Macaé em busca da reabilitação nesta quarta-feira (07), no Estádio Moacyrzão, às 16h. A partida está sendo considerada pelas duas equipes como um “jogo de seis pontos”, pois ambos os times estão mal na classificação geral. O Voltaço está em décimo primeiro, na temida zona de rebaixamento– os dois últimos colocados no geral terão que disputar a fase preliminar do Carioca de 2019 – já o Alvianil ocupa o décimo lugar.

Visando afastar o fantasma da fase preliminar do Estadual, o experiente meia Marcelo, capitão do Volta Redonda, ressaltou a evolução da equipe e pediu que o time busque a vitória o tempo todo, mesmo com a partida sendo fora de casa.

– O time vem em uma crescente muito grande, fez boas partidas contra o Madureira e o Fluminense, e, ao meu ver, merecia uma sorte melhor, mas, infelizmente, a vitória não veio. Teremos uma decisão pela frente, contra um adversário direto e precisamos vencer para podermos sair dessa situação delicada na tabela. Vai ser um jogo complicado, mas confio na qualidade do nosso time e vamos lutar até o último minuto para sair de campo com os três pontos – afirmou.

Para o duelo contra o macaé, o Volta Redonda deverá ter um reforço para a partida, o volante João Clériston, que retornou ao clube da Cidade do Aço na última semana, foi relacionado pelo treinador Marcelo Salles e pode fazer sua reestreia.