Clássico dos Milhões no Maracanã termina sem gols e com pouca emoção

Flamengo e Vasco empataram sem gols em clássico morno na tarde deste sábado, no Maracanã | Paulo Fernandes (CRVG)

No primeiro Flamengo e Vasco de 2018, as equipes abusaram de falhas no meio de campo, desperdiçaram chances e empataram em 0 a 0 no Maracanã, na tarde deste sábado (28), em duelo válido pela quarta rodada da Taça Guanabara, primeiro turno do Campeonato Carioca.

O Flamengo começou melhor a partida, assim como o ânimo da torcida nas arquibancadas. Criou duas boas chances em lances seguidos com Paquetá e Felipe Vizeu, mas não aproveitou e caiu de rendimento. Foi a vez, então, de o Vasco ir ao ataque e tentar pressionar o Rubro-Negro. A equipe comandada por Zé Ricardo dominou as ações, mas também não foi efetiva. Com isso, primeiro tempo terminou sonolento e sem inspiração ofensiva dos dois times, que erravam muito no meio.

O segundo tempo começou agitado. Logo de cara, Vinicius Junior deixou Paquetá em ótimas condições para marcar, mas o camisa 11 rubro-negro desperdiçou. O Vasco, então, respondeu. Mas, novamente, parou por aí. As duas equipes voltaram a cair de rendimento com o decorrer da etapa final e não conseguiram abrir o placar. No fim, o Flamengo ainda perdeu ótima chance de vencer o clássico, mas Vinícius Jr chutou para fora.

Com o empate, o Flamengo perdeu os 100% de aproveitamento, mas segue na liderança do grupo B da Taça Guanabara, com 10 pontos. O Vasco, com quatro, precisa torcer para o Volta Redonda vencer ou empatar com a Cabofriense, na tarde de amanhã, e para Bangu e Nova Iguaçu, todos com quatro, empatarem.

O Fla entra em campo no próximo domingo (04), contra o Nova Iguaçu, no Mané Garrincha, em Brasília, às 17h. No mesmo dia e horário, o Vasco recebe o Volta Redonda em São Januário. O Cruz-maltino ainda tem um compromisso decisivo no meio da semana: o duelo de ida contra o Universidad Concepción pela pré-Libertadores, marcado para a próxima quarta, às 21h45.

Flamengo 0x0 Vasco 

Estádio do Maracanã (Rio de Janeiro)

Árbitro: Bruno Arleu de Araújo

Assistentes: Luiz Claudio Regazone e Thiago Henrique Neto Corrêa Farinha

Flamengo: César; Pará, Léo Duarte, Rhodolfo e Renê; Cuéllar, Rômulo (Marlos Moreno), Lucas Paquetá, Éverton Ribeiro (Jean Lucas) e Vinicius Junior; Felipe Vizeu (Lincoln). Técnico: Paulo César Carpegiani.

Vasco: Martín Silva; Yago Pikachu, Erazo, Ricardo e Henrique; Wellington, Desábato, Wagner, Evander (Rildo) e Paulinho (Caio Monteiro); Ríos (Riascos ). Técnico: Zé Ricardo.

Cartões amarelos: Rhodolfo, Renê, Jean Lucas, Vinicius Júnior (Flamengo); Yago Pikachu, Desábato, Riascos (Vasco)

Cartões vermelhos: Não houve

Público: 18.587 pagante e 20.862 presentes

Renda: R$ 529.937,00