Fla joga mal e só empata com Santa Fé-COL pela Libertadores

Henrique Dourado marcou seu segundo gol pelo Flamengo na Copa Libertadores | Gilvan de Souza (CRF)

Flamengo e Indepediente Santa Fé-COL empataram em 1 a 1, nesta quarta-feira (18), no Maracanã, pela terceira rodada do Grupo 4 na Copa Libertadores. Jogando com portões fechados -punição pelos incidentes feitos na final da Sul-Americana – o time Rubro-negro mostrou uma postura apática e teve muitas dificuldades de criar oportunidades para furar a retranca colombiana, principalmente na segunda etapa. A equipe de Bogotá marcou o gol de empate na sua única chance clara na partida.

O primeiro tempo começou com o Flamengo fazendo valer o fato de jogar como mandante. O Rubro-negro fez uma pressão inicial e aos sete minutos, Dourado marcou. Diego cobrou escanteio na pequena área, o goleiro Zapata se atrapalhou ao sair do gol e o Ceifador se antecipou abrindo o placar para o Mengão: 1 a 0. E parecia que o jogo seria uma goleada. O Mais Querido criava chances perigosas. Aos 12, Paquetá desviou de cabeça para a área e Juan chutou obrigando o goleiro do Santa Fé a fazer boa defesa.

Porém, aos poucos, o ímpeto do Rubro-negro foi diminuindo e a equipe colombiana passou a gostar do jogo. O perigo iminente se tornou realidade. Aos 30, Plata entrou na área ganhando na velocidade de Renê e Juan, rolou para o meio e Morelo, artilheiro da Libertadores, só completou para o fundo das redes de Diego Alves: 1 a 1.

Na segunda etapa, O Flamengo – talvez pela falta de sua torcida – não conseguia criar oportunidades e inflamar a partida. O Santa Fé se fechava bem e saía nos contra-ataques. O jovem treinador Maurício Barbieri tentou mudar o panorama da partida colocando Willian Arão e Lincoln, mas o Fla se limitava a cruzar bolas na área do time de Bogotá.

Com a atuação insegura do goleiro Zapata, que se atrapalhava ao sair do gol, o Mengão conseguiu levar perigo em alguns cruzamentos. Réver e Juan quase marcaram. Aos 42, Diego perdeu a última grande oportunidade do Rubro-negro. Após receber passe de Paquetá, o meia invadiu a área e bateu no canto. Zapata se redimiu da falha no primeiro tempo e garantiu o empate para a equipe do Santa Fé.

Com o resultado, o Rubro-negro é o líder do Grupo 4, com cinco pontos somados em três jogos. O time colombiano é o segundo com três pontos. River Plate e Emelec, que se enfrentam nesta quinta feira (19), completam o grupo. Flamengo e Independiente Santa Fé voltam a se enfrentar na próxima quarta-feira (25), às 21h45, no Estádio El Campim, na Colômbia.

Flamengo 1 x 1 Independiente Santa Fé-COL

Estádio Maracanã – Rio de Janeiro

Árbitro: Andrés Cunha (URU)

Assistentes: Mauricio Espinosa (URU) e Nicolas Taran (URU)

Flamengo: Diego Alves; Rodinei, Réver, Juan, Renê; Cuellar, Lucas Paquetá, Diego, Éverton Ribeiro (Willian Arão), Vinicius Junior (Geuvânio); Henrique Dourado (Lincoln). Técnico: Maurício Barbieri

Santa Fé: Zapata; Arboleda (Giraldo), Javier López, Tesillo, Gil; Perzala, Gordillo, Vargas (Soto); Morelo, Plata (Henao), Pajoy. Técnico: Agustín Julio

Cartões Amarelo: Cuellar (Flamengo); Javier López, Soto (Santa Fé)

Gols: Henrique Dourado – Flamengo (7/1°tempo); Morelo – Santa Fé (30/1°tempo)