Bernardo marca e garante passagem do Flamengo para as oitavas de final da Copa São Paulo | StaffImagens/Flamengo

Com elenco ‘desmontado’, Flamengo supera Coritiba e está vivo na Copa SP

O Flamengo segue vivo na Copa São Paulo de Futebol Júnior. O rubro-negro garantiu classificação para as oitavas de final ao vencer o Coritiba por 1 a 0, na Arena Barueri. O próximo adversário dos meninos da Gávea, que buscam o quarto título da competição, o segundo consecutivo, será uma das surpresas desta edição: o Audax Osasco-SP, que goleou o Atlético-MG por 4 a 1.

LEIA TAMBÉM: Nos pênaltis, Vasco vence Água Santa e confirma vaga nas oitavas

Embora tenha sido superior e buscado o ataque desde o início, o time carioca sentiu a falta de entrosamento, produto do desmanche da equipe: cinco atletas deixaram o grupo para se reapresentarem ao elenco profissional, neste sábado, no Ninho do Urubu. A ausência das principais referências fez com que os jogadores buscassem alternativas individuais, facilmente afastadas pela defesa do Coritiba.

Yuri e Bill foram os destaques individuais e chamaram a responsabilidade no confronto. Bill esteve perto de abrir o placar aos seis minutos, com chute cruzado, no canto direito do goleiro Bruno, mas a bola saiu pela linha de fundo. Quatro minutos depois, seria responsável por armar jogada que terminou em finalização perigosa de Luiz Henrique.

O Coritiba teve boa chance de abrir o placar aos 45 minutos. Após tabela com Luizinho, Nathan tentou surpreender o Yago com um toque de cobertura, mas o goleiro tocou a bola e a mandou pela linha de fundo.

Aos 14 minutos da segunda etapa, Yuri levantou a torcida rubro-negra, que compareceu em bom número ao estádio. Com pedaladas na área, livrou-se da marcação e tocou para o gol, mas Bruno voltou a salvar o time paranaense. A pressão prosseguiu e a recompensa veio aos 34 minutos. Depois de recuperar a bola em cobrança de escanteio de Patrick, Yuri recupera a bola para o Flamengo e lança na primeira trave. Bem posicionado e atento, o zagueiro Bernardo aparece e, como se fosse um centroavante, toca de costas, com tempo para virar e ver a bola resvalar em Henrique, antes de ir parar no fundo da rede: 1 a 0.

No último minuto do tempo regulamentar, o rubro-negro ainda teve a chance de ampliar, com o pênalti de Luan em Vitor Gabriel. Hugo Moura cobra no canto direito e Bruno defende. O lance torna o fim de jogo tenso, com os cinco minutos de acréscimos assinalados pela arbitragem. Neste período, foi grande a pressão do Coritiba,