Flamengo é superado pela Chape e perde a invencibilidade no Brasileirão

O atacante Guerrero voltou a marcar pelo Flamengo, após ficar seis meses parado por doping | Gilvan de Souza (CRF)

Em um jogo de baixo nível técnico, porém, muito movimentado, a Chapecoense venceu o líder Flamengo por 3 a 2, neste domingo (13), na Arena Condá. O Rubro-Negro, que optou por um time misto, pagou o preço e perdeu a invencibilidade. Canteros, Guilherme (pênalti) e Leandro Pereira marcaram para o time da casa. Guerrero e Vinícius Jr. descontaram.

Apesar da derrota, o Flamengo se manteve líder do Brasileiro. No entanto, o time carioca agora tem as companhias de Corinthians e Atlético-MG, com os mesmos 10 pontos. O trio tem o mesmo número de vitórias (3), mas o Rubro-Negro tem um saldo de gols melhor (6).

Um Flamengo com mais posse de bola (56%), mas irreconhecível. Com uma equipe recheada de reservas e Rodinei improvisado no ataque, o Rubro-Negro levou um passeio da Chape na etapa inicial. Especialmente no lado esquerdo de sua defesa, com Apodi infernizando Trauco. Foi nas costas do peruano, inclusive, que saiu o primeiro gol, após jogada do lateral da Chape. Apodi cruzou para o ex-rubro-negro Canteros colocar os catarinenses em vantagem.

O Flamengo voltou para o segundo tempo sem mudanças, mas com uma nova postura. E empatou aos 3, com Guerrero, após cruzamento do compatriota Trauco. Foi o primeiro gol do camisa 9 após voltar de suspensão. O empate abriu a partida, mas quem fez o segundo foi a Chape. Após falha de Juan, a arbitragem marcou pênalti polêmico de Jonas em Guilherme. O próprio Guilherme cobrou e marcou. Barbieri teve de mexer e colocou Vinicius Junior. O garoto precisou de poucos minutos para empatar a partida, após novo cruzamento de Trauco. O Flamengo até deu a impressão de que poderia virar e deixar a Arena Condá com a vitória, mas sofreu o terceiro nos acréscimos. Aos 45, Eduardo cruzou, e Leandro Pereira deu a primeira vitória para a Chape.

No próximo sábado (13) o time enfrenta o Vasco, às 19h. Antes, porém, o desafio será contra o Emelec, quarta, pela Libertadores. Os dois jogos serão no Maracanã.

 

Chapecoense 3 x 2 Flamengo

Arena Condá (Chapecó– SC)

Árbitro: Leandro Pedro Vuaden – RS (CBF)

Assistentes:  Jorge Eduardo Bernardi – RS (CBF) e Jose Eduardo Calza – RS (CBF)

Chapecoense: Jandrei; Apodi (Bruno Silva), Rafael Thyere, Douglas, Bruno Pacheco; Amaral, Márcio Araújo, Canteros (Neném), Guilherme (Eduardo); Arthur, Leandro Pereira. Técnico: Gilson Kleina.

Flamengo: Cesar; Pará (Henrique Dourado), Juan, Léo Duarte, Trauco; Jonas, Jean Lucas (Vinícius Júnior), Diego, Rodinei, Marlos Moreno (Cuellar); Guerrero. Técnico: Maurício Barbieri.

Cartões amarelos: Rafael Thyere, Douglas (Chapecoense); Jonas, Marlos, Léo Duarte(Flamengo)

Cartões vermelhos: Não houve

Gols: Canteros – Chapecoense (22’/ 1°tempo); Guerrero – Flamengo (03’/ 2°tempo);  Guilherme – Chapecoense (23’/ 2°tempo); Vinícius Júnior – Flamengo (32’/2° tempo); Leandro Pereira – Chapecoense (45’/ 2° tempo)