Vasco bate o Madureira e se aproxima de semifinal da Taça Rio

Com boa atuação dos reservas o Vasco venceu o Madureira na tarde deste sábado | Paulo Fernandes (CRVG)

De olho na Libertadores, o Vasco poupou alguns titulares e venceu o Madureira por 3 a 1, no Estádio de Moça Bonita, na tarde deste sábado (10), em duelo válido pela quinta rodada da Taça Rio, segundo turno do Estadual. Com muitas mudanças, principalmente no setor defensivo – todo reserva – o Cruzmaltino se beneficiou de um dia infeliz da defesa do Tricolor Suburbano, que falhou nos três gols vascaínos.

A vitória deixou o Gigante da Colina muito próximo das semifinais. Para que isso aconteça, basta que a Cabofriense perca amanhã (11), para a Portuguesa. Já o Madureira está em último na classificação geral e se vê cada vez mais longe de sair da zona que leva para a disputa da fase preliminar do Carioca 2019.

Os muitos garotos em campo pelo lado do Vasco foram bem, com destaque para Evander que conduziu o meio-campo vascaíno. O meia abriu o placar para o Cruzmaltino, aos 15 do primeiro tempo, em chute de longe que o goleiro Jonathan falhou feio espalmando a bola para dentro do próprio gol. O Gigante da Colina administrava o resultado de forma tranquila, até que aos 32, ganhou um presente: o zagueiro Edmário se atrapalhou ao tentar dominar e botou a mão na bola. Pênalti que Andrés Rios cobrou firme no canto e guardou.

O Madureira não conseguia criar nada e irritava o novo técnico do clube, Gilberto Coroa. Tanto que, a melhor chance do Tricolor Suburbano na etapa inicial, veio de falha vascaína. Werley tentou cortar de cabeça e mandou contra o próprio patrimônio, obrigando Gabriel Félix a fazer boa defesa.

Madureira teve outra partida desastrosa e voltou a perder no Campeonato Carioca | Paulo Fernandes (CRVG)

Na segunda etapa o Tricolor Suburbano voltou com uma postura diferente para tentar reverter o resultado. Aos quatro, Rafinha mandou um canudo de longa distância que explodiu o travessão. Um minuto depois, Rezende cruzou e Ygor Catatau empurrou para as redes diminuindo para Tricolor Suburbano: 2 a 1 no placar de Moça Bonita.

Só que o dia não era dos melhores para Edmário. O zagueiro foi tentar sair jogando na entrada da área e perdeu a bola para Andrey que rolou para Rildo bater forte no canto do goleiro Jonathan e marcar mais um gol para o Vasco. O Madureira ainda tentou reagir aos 28, em falta cobrada por Ramon que Gabriel Félix  espalmou, só que o Vasco soube administrar bem a vantagem até o fim da partida.

O próximo compromisso vascaíno é a estreia na Copa Libertadores contra a Universidad de Chile, na terça-feira (13,), às 21h30, em São Januário, com promessa de casa cheia. O Madureira volta a campo no domingo (18), pela última rodada da Taça Rio, às 16h, em Moça Bonita. Na tentativa de sair das últimas posições da classificação geral.

 

Madureira 1 x 3 Vasco

Estádio de Moça Bonita

Árbitro: Maurício Machado Coelho Júnior

Assistentes: Wagner de Almeida Santos e Jackson Lourenço Massarra dos Santos

Vasco: Gabriel Félix; Rafael Galhardo (Luiz Gustavo), Werley, Ricardo Graça, Fabrício; Desábato, Andrey, Evander; Rildo (Caio Monteiro), Paulinho, Andrés Rios (Paulo Vitor). Técnico: Zé Ricardo.

Madureira: Jonathan; Henrique, João Carlos, Edmário (Thiago Medeiros), Ramon (Derek); Willian, Rezende,  Luciano Naninho (Júlio César), Rafinha; Ygor Catatau, João Carlos Ferreira. Técnico: Gilberto Coroa.

Cartões amarelos: Andrés Rios(Vasco); William, Rafinha (Madureira)

Cartões vermelhos: Não houve

Gols: Evander – Vasco (15/ 1° tempo); Andrés Rios – Vasco (32/ 1° tempo); Ygor Catatau – Madureira (05/2°tempo); Rildo – Vasco (09/2° tempo)

Público: 3.316 presentes

Renda: R$ 43.520