Miguel, volante do Bonsucesso, teve boa atuação na estreia | Marcos Faria Melo/Divulgação

Com vitória na estreia, Bonsucesso derruba tabu que durava 40 anos

A vitória por 1 a 0 sobre o America elevou a confiança da torcida do Bonsucesso. Com o resultado, o clube da Leopoldina derrubou um tabu histórico e se encheu de confiança para a sequência da primeira fase do Campeonato Carioca, que oferece as duas últimas vagas disponíveis para a etapa final da competição. A última vitória em uma estreia na Série A do Campeonato Carioca já tinha quatro décadas: foi em 1977, com um 2 a 0 sobre o Campo Grande.

Ao longo desses 40 anos, o rubro-anil participou da elite do Campeonato Carioca em 14 oportunidades. Ao término da partida desta quinta-feira, o volante Miguel destacou o empenho da equipe ao longo da preparação. O Bonsucesso foi o primeiro time a começar a treinar para a disputa da primeira fase da competição.

– Enfrentamos uma grande equipe, uma equipe de qualidade, mas a equipe está de parabéns pelo que fez na pré-temporada, foram 65 dias de muito trabalho e muita dedicação de todos. Quero parabenizar o excelente trabalho do Robson Lima, nosso preparador físico e do Marcelo Salles, nosso treinador. Hoje, a equipe toda está de parabéns pelo que fez – afirma.

O Bonsucesso volta a campo na próxima quarta-feira (27), para enfrentar o Macaé, que venceu o Goytacaz por 3 a 1, na estreia. A partida está prevista para 16h, no Estádio Elcyr Resende de Mendonça, em Saquarema.

ESTREIAS DO BONSUCESSO

27/03/1977 – Bonsucesso 2×0 Campo Grande

03/09/1978 – America 2×0 Bonsucesso

05/05/79 – Bonsucesso 1×4 America

08/08/1980 – Bonsucesso 0x2 Fluminense

17/07/1982 – Fluminense 2×0 Bonsucesso

03/07/1983 – Vasco 2×2 Bonsucesso

25/08/1985 – Flamengo 5×0 Bonsucesso

18/04/1993 – Bangu 2×1 Bonsucesso

21/01/2012 – Flamengo 4×0 Bonsucesso

19/01/2014 – Bonsucesso 0x0 Volta Redonda

31/01/2015 – Resende 1×0 Bonsucesso

31/01/2016 – Bonsucesso 0x2 Resende

11/01/2017 – Campos 1×1 Bonsucesso

21/12/2017 – America 0x1 Bonsucesso (pelo Carioca de 2018)