Croácia goleia a Argentina e se classifica para próxima fase da Copa

A vida de Messi e cia não segue nada fácil. Depois do empate com a Islândia no último sábado (16), a Argentina teve uma atuação daquelas para esquecer completamente, na tarde desta quinta-feira (21), no Estádio de Nizhny Novogord, quando foram facilmente superados pela Croácia que fez uma partida tática e tecnicamente perfeita. Com gols de Rebic, Modric e Rakitic os croatas bateram os argentinos por 3 a 0 em duelo da segunda rodada do Grupo D.

O segundo resultado positivo seguido na Copa do Mundo da Rússia classificou a Croácia às oitavas de final da competição e deixou a Argentina em situação delicada. Apesar de não estarem eliminados, os argentinos não dependem mais só de suas forças para alçarem uma vaga na próxima fase do Mundial.

PRIMEIRO TEMPO DE TENSÃO PELO LADO ARGENTINO E FORTE MARCAÇÃO DOS CROATAS

Precisando da vitória para aliviar a forte pressão exercida pela imprensa e por parte dos torcedores, a Argentina começou a partida tentando ocupar o campo de ataque. Contudo, quem chegou primeiro foi a Croácia. Aos cinco minutos, Perisic recebeu passe longo, entrou pelo lado esquerdo em profundidade e chutou cruzado. Caballero cortou com a ponta dos dedos e a bola foi para a linha de fundo.

Bem postada no campo de defesa e fazendo forte marcação no time argentino, a Croácia fechava os espaços e apostava nos contra-ataques para abrir o placar. Com mais posse de bola, a Argentina fazia suas melhores jogadas pelos lados do campo. Aos 12, Enzo Pérez levantou a bola na área para Messi. O craque tentou o domínio fazendo o giro, mas a bola escapou por pouco.

A partir daí o jogo ficou bastante truncado e uma nova chance só surgiu aos 30 minutos quando Enzo Peres perdeu a chance mais clara da primeira etapa. Aguero iniciou jogada pela esquerda, Vida conseguiu o corte parcial, e a bola sobrou livre para Enzo Pérez, na entrada da pequena área. Ele escolheu o canto, mas chutou para fora, perdendo chance inacreditável de abrir o placar.

Argentina e Croácia marcou o embate do camisa 10 do Barcelona (Messi) e do camisa 10 do Real Madrid (Modric) pela primeira vez na história das Copas | Getty Images

FALHA DE CABALLERO INICIA GOLEADA DA CROÁCIA

O segundo tempo da partida começou de forma mais pegada e com uma Argentina que marcava a Croácia sob pressão em busca do gol. Aos sete minutos, Aguero recebeu passe na entrada da área, girou e chutou de perna esquerda, mas Subasic defendeu com tranquilidade. No lance seguinte, o primeiro gol da partida em uma Lambança completa de Cabellero. Mercado recuou a bola para o goleiro argentino, que tentou voltar para o companheiro em toque pelo alto. Ele errou, e a bola sobrou para Rebic, de primeira, estufar as redes: 1 a 0.

Depois de sofrer o gol, a Argentina se lançou toda ao ataque e passou a deixar espaços para contra-ataques da Croácia. Aos 18 minutos, Subasic evitou o empate da argentina após finalizações de Meza e Messi. Passados quase 20  minutos, aos 35, Modric ampliou o placar com um belíssimo gol. O camisa 10 croata, recebeu na entrada da área, chamou Otamendi para dançar, abriu espaço e colocou no canto direito de Caballero: 2 a 0 em Nizhny.

Perdida em campo a Argentina começou a parar o jogo da sua melhor maneira, com faltas muito fortes e só assistiu os croatas jogarem nos minutos finais. Aos 40 minutos, Rakitic bateu falta com extrema categoria, e a bola explodiu na junção da trave, quase o terceiro. Porém, não demorou muito e ele logo apareceu, aos 46, já nos acréscimos Rakitic puxou contra-ataque e chutou da entrada da área. Caballero defendeu, mas deu rebote. Calmo, Kovasic dominou e serviu Rakitic, que só empurrou para o fundo das redes da Argentina: 3 a 0 e fim de jogo.

Agora, mesmo que com um pé fora da Copa do Mundo, a Argentina ainda tem o duelo da última rodada da fase de grupos na próxima terça-feira (26) às 15h, contra a Nigéria. Já classificada, a Croácia mede forças contra a Islândia, no mesmo dia e horário.

Argentina 0x3 Croácia

Local: Nizhny Novgorod Stadium (Nizhny Novgorod – RUS)

Árbitro: Ravshan Irmatov (UZB)

Assistentes: Abduxam Rasulov (UZB) e Jakhongir Saidov (UZB)

Argentina: Caballero, Mercado, Otamendi e Tagliafico; Salvio (Pavón), Mascherano, Pérez (Dybala) e Acuña; Messi, Meza e Aguero (Higuaín). Técnico: Jorge Sampaoli.

Croácia Subasic, Vrsaljko, Lovren, Vida e Strinic; Rakitic, Brozovic e Modric; Perisic (Kovacic ), Rebic (Kramaric) e Mandzukic (Corluka). Técnico: Zlatko Dalic.

Cartões amarelos: Mercado, Acuña, Otamendi (Argentina); Rebic, Mandzukic, Vrsaljco (Croácia)

Cartões vermelhos: Não houve.

Gols: Rebic – Croácia (07’/2º tempo); Modric – Croácia (35’/2º tempo) e Rakitic – Croácia (46’/2º tempo)