Cruzeiro atropela Espectros e conquista seu primeiro Brasil Bowl

Pressão: melhor em campo, o Sada Cruzeiro enfrentou a marcação forte dos Espectros | Divulgação/Sada Cruzeiro
Pressão: melhor em campo, o Sada Cruzeiro enfrentou a marcação forte dos Espectros | Divulgação/Sada Cruzeiro

Com o fim da temporada, a Arena Independência, em Belo Horizonte, tornou-se palco da decisão do Brasil Bowl VIII, a mais importante competição de clubes de futebol americano do país. Embora atuar na casa do América seja um roteiro mais familiar para o maior rival no futebol, o Atlético-MG, o Sada Cruzeiro se sentiu em casa e não encontrou dificuldades para vencer o João Pessoa Espectros por 30 a 13, neste domingo, e conquistar o título invicto da competição promovida pela Brasil Futebol Americano (BFA).

O time paraibano buscava seu segundo título da franquia, na quarta participação no Brasil Bowl, mas foi completamente dominado pela raposa em todos os setores do campo. O jogo marcou o duelo entre os dois quarterbacks da seleção brasileira: Alvaro Fadini, do Cruzeiro, e Rodrigo Dantas, dos Espectros. Pior para o jogador do time visitante, interceptado pela defesa celeste quatro vezes. Ao todo, Dantas teve apenas 119 jardas aéreas (obtidas através de passes) na partida.

Naturalmente, Fadini se saiu melhor, com três passes para touchdowns, um touchdown corrido, 173 jardas aéreas e completou 13 dos 23 passes tentados, um aproveitamento de 56%, que lhe rendeu o troféu de melhor jogador da partida. Esse foi o segundo título conquistado na temporada do Sada Cruzeiro, que já havia sido campeão mineiro. A equipe apresentou a melhor defesa da competição e deixou pelo caminho outro ex-campeão: o Coritiba Crocodiles. Um final de ano mais do que justo para consagrar o excelente trabalho feito pela equipe do Cruzeiro e pelo head coach Dan Levy, que elevou o time ao status de uma verdadeira potencia do futebol americano nacional.

Os dois quarterbacks que estiveram em campo voltam a jogar na semana que vem, desta vez, lado a lado,  no amistoso entre Brasil e Argentina, no Mineirão, as 16h. O jogo terá transmissão dos canais ESPN.