Dija Baiano faz três, Voltaço bate a Cabofriense e vence a primeira

Saiu a primeira vitória do Voltaço, no Campeonato Carioca. Com três gols de Dija Baiano, o Volta Redonda venceu a Cabofriense por 3 a 2 na noite desta segunda-feira (29), no Estádio Raulino de Oliveira, na Cidade do Aço, em duelo válido pela quarta rodada da Taça Guanabara e conquistou a primeira na competição.

Com a vitória, o Tricolor de Aço chegou aos quatro pontos, continua na última colocação do Grupo B, mas segue vivo na briga por uma vaga nas semifinais do primeiro turno do Estdual. A Cabofriense que também com quatro pontos, aparece, porém, na quarta posição pelos critérios de desempate.

O duelo começou com a Cabofriense melhor que os donos da casa. Logo aos dois minutos, João Carlos cobrou falta com perfeição, contou com a colaboração do goleiro Douglas Borges e fez 1 a 0 para o Tricolor Praiano. O gol no início da partida, mexeu com os ânimos dos torcedores que compareceram em bom número ao Raulino de Oliveira e com os jogadores do Volta Redonda. Contudo, o Tricolor de Aço mostrou uma pequena melhora após a parada técnica e conseguiu empatar o duelo. Aos 38, Dija Baiano recebeu lançamento longo, saiu cara a cara com George, bateu entre as pernas do arqueiro da equipe de Cabo Frio e deixou tudo igual na Cidade do Aço.

A segunda etapa que foi bem melhor que a primeira, começou em ritmo eletrizante. Aos três minutos, João Carlos – novamente-, fez bonita jogada pela ponta esquerda, bateu forte de canhota e marcou o segundo da Cabofriense na partida: 2 a 1. Três minutos depois, aos quatro, Dija Baiano aproveitou cruzamento da ponta direita, cabeceou sem dar chances para o goleiro do Tricolor Praiano e empatou o confronto mais uma vez.

Antes dos minutos finais, mais emoção para os presentes no Estádio da Cidadania. Depois do artilheiro de Cabo Frio, João Carlos, perder duas grandes chances, Dija Baiano recebeu passe de André Duarte, aos 37 minutos,  e com toque sutil na saída de George fez o terceiro do Volta Redonda para dar números finais ao confronto: 3 a 2 Voltaço.

No próximo domingo (04), o Volta Redonda vai até São Januário, às 17h, para enfrentar o Vasco em duelo da última rodada da Taça Guanabara. No mesmo dia e horário, a Cabofriense enfrenta o Bangu no Estádio Correão, em Cabo Frio, na Região dos Lagos.

Volta Redonda 3 x 2 Cabofriense

Estádio Raulino de Oliveira (Volta Redonda)

Árbitro: Carlos Eduardo Nunes Braga

Assistentes: Silbert Faria Sisquim e Millena Cristina Barros Santos

Volta Redonda: Douglas Borges; Ronaldo (Luiz Gustavo), Bruno Costa, Daniel e Luiz Paulo; Bruno Barra, Marcelo e Vinicius Pacheco (André Duarte); Fabinho Alves (Rafael Granja), Dija Baiano e Anselmo. Técnico: Felipe Surian.

Cabofriense: George; Paulo Sérgio (Leomir); Leandro Euzébio, Victor Silva e Airton; Levi, Kaká Mendes, Bruno Tubarão e Davi Ceará (Gama); Maranhão e João Carlos. Técnico: Antônio Carlos Roy.

Cartões amarelos: Daniel (Volta Redonda); Leomir (Cabofriense)

Cartões vermelhos: Não houve

Gols: João Carlos – Cabofriense (2/1º tempo); Dija Baiano – Volta Redonda (38/1º tempo); João Carlos – Cabofriense (3/2º tempo); Dija Baiano – Volta Redonda (6/2º tempo); Dija Baiano – Volta Redonda (37/2º tempo)

Público: 1.535 pagantes e 1.935 presentes

Renda: R$ 19.200,00