EC Resende pede perda de pontos do Itaboraí Profute por jogadores irregulares

Se acatada, denúncia ajuda o Esporte Clube Resende a garantir vaga para o playoff de acesso da Série C | Divulgação
Se acatada, denúncia ajuda o Esporte Clube Resende a garantir vaga para o playoff de acesso da Série C | Divulgação
Se acatada, denúncia ajuda o Esporte Clube Resende a garantir vaga para o playoff de acesso da Série C | Divulgação
Se acatada, denúncia ajuda o Esporte Clube Resende a garantir vaga para o playoff de acesso da Série C | Divulgação

Ação é relativa ao empate em 0 a 0 com o Tomazinho, no primeiro turno

O Esporte Clube Resende está disposto a brigar pela classificação para a Série B2 também fora dos gramados. Nesta segunda-feira o clube impetrou uma ação contra o Itaboraí Profute no Tribunal de Justiça Desportiva (TJD-RJ), acusando o adversário de ter utilizado dois jogadores irregulares no empate em 0 a 0 com o Tomazinho. O confronto aconteceu dia 1º e outubro, no Louzadão, e valia pela quarta rodada do segundo turno.

De acordo com a ação, o zagueiro Ivo e o volante Piauí teriam que cumprir suspensão nessa partida, após terem recebido o terceiro cartão amarelo na rodada anterior. De acordo com o mapa de controle de cartões divulgado pela Ferj, os dois de fato foram punidos, mas voltaram a campo na rodada seguinte, sem cumprir suspensão.

A ação está diretamente relacionada também ao fato de Resende e Itaboraí Profute disputarem uma vaga no playoff de acesso da Série C. Em situação mais confortável, a duas rodadas do fim da fase classificatória, o time de Resende ocupa a terceira posição – a última que oferece direito à vaga na disputa – com 30 pontos. Cinco a mais que o Itaboraí Profute, que aparece na quarta posição.

O confronto direto entre os dois times aconteceu na quinta rodada do primeiro turno, em Nilópolis, e terminou com goleada da equipe do Sul Fluminense: 5 a 0. Caso a Procuradoria do Ministério Público entenda que deva acatar a denúncia, o time de Itaboraí estará sujeito a uma punição de sete pontos: o que foi obtido no confronto e três por cada jogador em situação irregular, o que acabaria com suas pretensões de acesso.

Os dois times voltam a campo neste domingo. O Itaboraí Profute enfrenta o Paduano, às 16h, no Estádio Antônio Ferreira de Medeiros, em Cardoso Moreira. Mesmo horário de Tomazinho e Resende, que jogam no Joaquim Flores, em Nilópolis.

NOTA OFICIAL DO EC RESENDE 

No fim da tarde, o clube divulgou um comunicado confirmando a apresentação de ação no TJD-RJ. Veja o texto do documento na íntegra.

“O E.C Resende/Guarany vem por meio desta nota confirmar as informações que estão sendo veiculadas na mídia sobre a denúncia feita pelo clube em relação a possíveis irregularidades na escalação de jogadores do Itaboraí Profute. Após ficar sabendo destas possíveis irregularidades, o gestor do clube, Marcos Galvão, solicitou que houvesse a entrada do clube com as medidas cabíveis junto ao TJD/RJ para nenhuma equipe da Série C, que esteja em dia com todas as exigências, saía prejudicado por não cumprimento do regulamento por determinada parte. O E.C Resende/Guarany preza pela transparência e pelo cumprimento do regulamento da competição que foi aceito por todos antes de seu início. O objetivo da ação não é para benefício próprio nem para prejudicar a equipe do Itaboraí, apenas para manter o espírito esportivo dento da Série C, possiblitando as equipes que fizeram o seu papel, cumprindo todas os artigos do regulamento, ter a merecida colocação dentro da competição. O clube agora aguarda o posicionamento do TJD-RJ e espera que seja feito o correto no processo, sendo entendido pelo advogado do clube, Lucas Maleval, a perda de pontos por parte do Itaboraí Profute”.