Em clássico disputado, Vasco e Flamengo empatam em Brasília: 1 a 1

Apesar da disputa ao longo dos 90 minutos, Vasco e Flamengo ficaram somente no empate em 1 a 1 no Mané Garrincha | Staff Images

O clássico entre Flamengo e Vasco pelo segundo turno do Brasileirão 2018 será inesquecível. Não pela qualidade do futebol, mas por tudo que aconteceu na partida. O time de Alberto Valentim, que começou o jogo na zona de rebaixamento, abriu o placar ainda no primeiro tempo com Andrés Rios, mas cedeu o empate ao rival com gol contra de Luiz Gustavo em jogo que terminou com dez jogadores para cada lado. No fim – após o gol contra, expulsão e entrada da ambulância (que precisou ser empurrada para sair) em campo para atendimento ao atleta do Vasco, Bruno Silva,- teve de tudo no empate em 1 a 1 no Mané Garrincha, em Brasília.

Claro que a derrota seria o pior resultado, mas o empate no clássico não ajudou ninguém. O Vasco somo seu primeiro ponto com Alberto Valentim, mas não deixou a zona de rebaixamento – ainda com um jogo a menos. E o Flamengo, que chegou a ter um a menos quando estava atrás no placar, pode ser ultrapassado por Grêmio e Atlético-MG e acabar a rodada em sexto lugar.

Com a escalação de Fabrício como titular, Alberto Valentim surpreendeu o Flamengo e deu trabalho para o adversário na primeira etapa. Depois de muito persistir e sem sofrer sustos do rival, o Vasco abriu o placar aos 27 minutos, quando Raúl cruzou da direita e Maxi López chutou da pequena área, para a boa defesa de Diego Alves. Mas no rebote, o atacante tocou para o compatriota Andrés Ríos, que só empurrou para o fundo das redes, com o arqueiro adversário batido: 1 a 0 para o Gigante da Colina.

Precisando da vitória para seguir vivo na luta pelo título da competição o Flamengo voltou do vestiário pressionando o Vasco e disposto a conseguir um bom resultado em Brasília. Porém, a tarefa ficou mais difícil aos 12 minutos quando Diego foi expulso pelo árbitro Luiz Flavio de Oliveira, por reclamação. Só que quatro minutos depois da expulsão o rubro-negro chegou ao gol de empate. Aos 16, Pará cruzou da direita e Luiz Gustavo escorou de cabeça para o fundo das redes: 1 a 1 no placar. A partir daí o Flamengo foi todo pressão para cima do Vasco e viu o ritmo cair após a paralisação para atendimento a Bruno Silva e não conseguiu a virada nos minutos finais do confronto.

Agora na próxima rodada da competição o Flamengo tem pela frente o duelo contra o Atlético-MG, no domingo (23), às 16h, no Maracanã, enquanto o Vasco mede forças com o Bahia, na segunda-feira (24), às 20h, em São Januário.

Vasco 1 x 1 Flamengo

Estádio: Mané Garrincha, em Brasília (DF)

​​Árbitro: Luiz Flavio de Oliveira (SP)

Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse (SP) e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP)

Vasco: Martin Silva, Lenon, Luiz Gustavo, Leandro Castan e Ramon; Bruno Silva, Raul (Andrey, 15’/2ºT), Willian Maranhão, Fabrício (Giovanni Augusto, 22’/2ºT); Andrés Ríos (Marrony, 22’/2ºT) e Maxi López. Técnico: Alberto Valentim.

Flamengo: Diego Alves, Pará (Rodinei, 50’/2ºT), Léo Duarte, Réver e Renê; Piris, Lucas Paquetá, Diego, Everton Ribeiro, Vitinho (Berrío, 32’/2ºT) e Uribe (Willian Arão, 18’/2ºT). Técnico: Maurício Barbieri.

Cartões amarelos: Fabrício, Willian Maranhão, Maxi López (VAS); Vitinho e Diego (FLA)

Cartões vermelhos: Diego (Flamengo)

Gols: Andrés Ríos (27’/1ºT) e Luiz Gustavo (contra) (16’/2ºT)

Público e Renda: Não divulgado