Em jogo de muitas falhas e sete gols, Vasco supera o Boavista em Cariacica

De virada, novamente, o Vasco venceu o Boavista por 4 a 3 na tarde deste domingo (04), no estádio Kléber Andrade, em Cariacica, no Espírito Santo, em duelo válido pela terceira rodada da Taça Rio, segundo turno do Campeonato Carioca. O gol da vitória saiu da cabeça de Erazo aos 46 minutos do segundo tempo. Antes, Pikachu, Thiago Galhardo e Wagner haviam marcado. Julio Cesar, Elivelton e Lucas balançaram a rede pelo Boavista. O duelo teve ainda falhas clamorosas dos goleiros Martín Silva e Rafael.

Com a vitória, o Vasco chegou aos seis pontos, ultrapassou o Flamengo no número de gols marcados e assumiu a liderança do Grupo B. A equipe Cruzmaltina volta a campo na próxima quarta-feira (07), para enfrentar o Fluminense, no estádio Nilton Santos. Já o Boavista tem pela frente o duelo contra o Flamengo, no mesmo dia, mas às 21h45, em Volta Redonda.

O Vasco teve mais a iniciativa do jogo, mas esbarrava na dificuldade de furar o bloqueio do Boavista, por que falhava no último passe. Aos 28 minutos, em um lance aparentemente morto, a zaga e o goleiro do Boavista falharam feio e Pikachu aproveitou para só empurrar a bola para o fundo das redes: 1 a 0 para o Gigante da Colina. Depois, os Cruzmaltinos se enrolaram. Primeiro no gol de Julio Cesar que saiu após falha incrível de Martín Silva, aos 31 em cobrança de falta e os 46, quando o time levou mais um gol em bola levantada na área. Elivelton marcou de cabeça e colocou o Verdão de Saquarema na frente: 2 a 1.

Na segunda etapa, o Vasco martelou, martelou até conseguir empatar o jogo novamente. Aos 30, Thiago Galhardo aproveitou um rebote dentro da área e marcou o gol de empate. Mas o Boavista jogou um balde de água fria novamente e ficou em vantagem aos 33, após em chute colocado de Lucas: 3 a 2 em, Cariacica. Na base da pressão, os Cruzmaltinos igualaram novamente aos 37, com Wagner no abafa dentro da área. Havia tempo para justificar o apelido de “Time da Virada”. Em mais um lance confuso, Erazo deu um peixinho na pequena área e a vitória ao Vasco por 4 a 3.

 

Vasco 4×3 Boavista

Estádio Kléber Andrade (Cariacica)

Árbitro: Leonardo Garcia Cavaleiro

Assistentes: Carlos Henrique Alves de Lima Filho e Thiago Gomes Magalhães

VascoMartín Silva; Yago Pikachu, Paulão, Erazo e Henrique; Desábato, Wellington (Rildo), Wagner e Evander (Thiago Galhardo); Paulinho (Riascos) e Andrés Rios. Técnico: Zé Ricardo.

Boavista: Rafael; Thiaguinho, Gustavo, Elivelton e Julio César; Willian Maranhão, Vitor Faíska (Renan Donizete) e Tartá (Thiaguinho); Marquinho, Claudio Maradona (Lucas) e Leandrão. Técnico: Eduardo Allax.

Cartões amarelos: Evander, Thiago Galhardo (Vasco); Vitor Faíska, Júlio César e Leandrão (Boavista)

Cartões vermelhos: Não houve

Gols: Yago Pikachu – Vasco (28/1º tempo); Júlio César – Baovsita (3’/1º tempo); Elivelton – Baovsita (4’/1º tempo); Thiago Galhardo – Vasco (30/2º tempo); Lucas – Baovsita (33/2º tempo); Wagner – Vasco (37/2º tempo); Erazo – Vasco (46/2º tempo)

Público e Renda: Não foram divulgados