Em momentos opostos, Artsul e Americano se enfrentam em Austin

O Artsul recebe o Americano, neste sábado (23), a partir das 15 horas, no estádio Nivaldo Pereira, em Austin. O jogo é válido pela oitava rodada do Grupo A da Taça Santos Dumont, o primeiro turno do Campeonato Carioca série B1 e promete ser bastante emocionante.

O duelo revela um contraste entre as equipes quando o assunto é posição na tabela. O Americano é líder isolado do Grupo A com 16 pontos, tem a melhor campanha e o melhor ataque do campeonato até aqui, e busca seguir na ponta. Enquanto o Artsul amarga a oitava colocação da chave com cinco pontos, um a menos que o lanterna Gonçalense.

Além de estar em uma zona incômoda na tabela, a equipe da Baixada Fluminense tem encontrado muita dificuldade na hora de balançar as redes. Foram apenas cinco gols marcados em sete jogos disputados, o segundo pior ataque da competição, perdendo apenas para o do Olaria, com quatro.

Para o técnico do Alvinegro do Parque Tamandaré, Josué Teixeira, o momento distinto das equipes na competição cria a dificuldade do jogo. O comandante do Cano garante ainda que o gramado não será fator dificultador nesta partida.

– Vai ser um jogo difícil. Nós estamos vindo de uma sequência de vitórias e o adversário, de derrotas. Quem está ganhando pode dar uma acomodada, enquanto quem perde sempre vai buscar a recuperação. Se não competirmos no jogo, seremos surpreendidos. O estádio Nivaldo Pereira tem um dos melhores gramados da Série B1, a gente sabe que o campo não vai atrapalhar. Vai jogar e ganhar o time que melhor aproveitar as oportunidades – disse o comandante do Cano.

Este grande duelo terá transmissão ao vivo e com exclusividade, a partir das 14h45, através do Facebook e Youtube da Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro, com produção da TV Live Esporte.

Prováveis escalações:

Artsul: Ary; Roberth, Rafael Lima, Thiagão e Izaque; Alan Douglas, Wellington, Léo Gonçalo e Júnior; Daniel Pessoa (Lucas Bitoca) e Hugo.  Técnico: Hermes Junior.

Americano: Luiz Henrique; Sanderson, Kadu, Admilton e Rafinha; Vandinho, Marquinhos, Bruno Vianna e George; Claudio Maradona e Maikon Aquino. Técnico: Josué Teixeira.