WOCS consagra Larissa Pacheco como a primeira campeã da organização

O WOCS realizou neste sábado (24) a sua primeira edição no ano. Com grandes combates, mesclando nomes conhecidos do grande público e novos talentos do MMA, a organização iniciou 2018 com o pé direito.

A noite foi marcada pela primeira disputa de cinturão feminino da história da organização, e Larissa Pacheco e Karol Rosa mostraram ser merecedoras de protagonizarem tal momento. Em uma grande luta, na qual as duas atletas deixaram tudo de si no octógono, Larissa finalizou Karol no segundo round. Sem lutar há 3 anos, Pacheco voltou à ativa com uma excelente performance diante de uma das melhores atletas da divisão no país.

Já na luta co-principal do WOCS 49, Márcio Pedra chegou à sua 6ª vitória consecutiva, fazendo jus à campanha dos fãs que pedem sua volta ao Ultimate. Com um lindo katagatame, Pedra finalizou João Paulo “Guerreiro” já no primeiro round, sem dar nenhuma chance ao adversário.

Outro atleta que saiu com o braço levantado na noite deste sábado foi o ex-campeão peso galo da categoria Charles “Blackout”. Em luta dura, o agora peso mosca alcançou a quarta vitória consecutiva após vencer Júnior “Orelha” por decisão unânime.

Porém, o prêmio de melhor luta do evento talvez tenha ficado com os jovens Caionã “Blade” e Gilberto Júnior. Os dois lutadores não se pouparam em momento algum e fizeram um duelo emocionante, tanto em pé quanto no chão. Gilberto Júnior, estreante da noite, surpreendeu a
todos com a sua performance. Aceitando a luta em cima da hora, o atleta da Rizzo RVT fez uma luta duríssima contra Caionã. Performance incrível, mas que não foi suficiente para sair com a vitória. Após 3 rounds de muita ação, “Blade” foi anunciado vencedor por decisão unânime e se recuperou de uma sequência de dois reveses.

Outros destaques do evento foram as lutas de André Muniz “Sergipano” e do jovem Jansey “Jones”. Após um bom período inativo, “Sergipano” fez sua segunda luta em um período de quatro meses e alcançou a segunda vitória. Assim como a vitória passada, esta também veio de forma avassaladora, no primeiro round, desta vez com uma linda finalização sobre o promissor Willyanedson Paiva, mostrando que o atleta está definitivamente “de volta ao jogo”. Já Jansey “Jones”, jovem aposta da
Tata Fight Team, mostrou-se pronto para dar o próximo passo em sua carreira. O especialista em Muay Thai conseguiu mais uma vez colocar o seu jogo em prática, nocauteando Bruno Fabiano no segundo round de luta após total domínio.

WOCS 49
Hotel Laghetto Stilo – Barra da Tijuca (RJ)
Sábado, 24 de março de 2018

CARD PRINCIPAL
Disputa do cinturão peso-pena: Larissa Pacheco venceu Karolline Rosa
por finalização
Peso casado até 80kg: Márcio “Pedra” venceu João Paulo “Guerreiro” por
finalização
Peso-mosca: Charles “Blackout” venceu Júnior “Orelha” por decisão unânime
Peso-meio-médio: Jansey “Jones” Silva venceu Bruno Fabiano por nocaute técnico
Peso casado até 88kg: André Muniz “Sergipano” venceu Willyanedson Paiva por finalização
Peso-galo: Caionã “Blade” venceu Gilberto Júnior por decisão unânime
Peso-mosca: Victor “Paçoca” Dias venceu após desqualificação de Fernando Leitão (golpe ilegal)

CARD PRELIMINAR
Peso-leve: Jorge Daniel La Tera venceu após desistência de Danilo de Souza
Peso casado até 74kg: Rodrigo “Zói” venceu Florisbergue Carneiro por
nocaute técnico
Peso-pena: Adriano “Trator” venceu Douglas Barbosa por nocaute técnico

CARD AMADOR
Peso-mosca: Tatiana Campos venceu Maria Carolina Joia por decisão unânime
Peso-médio: Patrick Viana venceu Patrick Mattos por finalização
Peso-leve: Lenon Carvalho venceu Eduardo Terêncio por finalização
Peso-galo: Charles Fernandes venceu Rafael Teixeira por decisão unânime