Em noite pouco inspirada, Flamengo e Santa Fé ficam no empate sem gols

O garoto Vinicius Junior rendeu abaixo do esperado e não superou a marcação do Santa Fé | Gilvan de Souza (CRF)

Independiente Santa Fé e Flamengo mais uma vez não mostraram um bom nível técnico de futebol e empataram em 0 a 0, na noite desta quarta-feira (25), no estádio El Campín, em Bogotá, na Colômbia, em partida da quarta rodada do Grupo 4 da Copa Libertadores. O Rubro-negro apresentou as mesmas dificuldades na criação, seguiu apático e pouco ofereceu perigo aos Cardeais. Com o resultado, os cariocas permanecem na liderança provisória do grupo com seis pontos. O Santa Fé é o terceiro com quatro.

A primeira etapa começou com pressão do Santa Fé. Jogando na altitude, o time colombiano apostava nos lançamentos longos e na velocidade de seus atacantes. O Flamengo conseguiu segurar o ímpeto inicial do Expresso Vermelho e equilibrou a partida a partir dos 20 minutos. Porém, quem chegou com mais perigo no primeiro tempo foram os donos da casa. Aos 33, Morelo e Pajoy chutaram e foram travados pela defesa rubro-negra. No lance, os jogadores dos Cardeais reclamaram de pênalti de Dourado, que teria posto a mão na bola intencionalmente. O árbitro uruguaio Daniel Fedorczuk  mandou o jogo seguir.

No segundo tempo, o panorama do duelo não mudou. O Santa Fé continuou fazendo jogadas pelas pontas e cruzando muitas bolas para a área. Aos 11, um susto para a torcida rubro-negra. Arboleda fez boa jogada pela direita e bateu rasteiro, Diego Alves não achou nada e Rodinei salvou antes que Morelo completasse para o gol. Os dois times caíram de rendimento e a partida ficou sonolenta. Com dificuldades na criação, o Flamengo teve sua chance mais perigosa aos 28, num quase gol contra de Tesillo.

No final da partida, o Santa Fé foi para o abafa e quase marcou em chute de Plata que passou por cima da meta de Diego Alves. No último minuto de jogo, mais um lance polêmico da arbitragem uruguaia: Geuvânio roubou a bola na entrada da área e completou para o fundo das redes, porém, o juiz Daniel Fedorczuk encerrou a partida no momento em que o meia rubro-negro tomou a bola e não validou o gol: 0 a 0 no placar final.

 

Independiente Santa Fé-COL 0 x 0 Flamengo

Estádio El Campín – Bogotá

Árbitro: Daniel Fedorczuk (URU)

Assistentes: Richard Trinidad (URU) e Miguel Nievas (URU)

Santa Fé: Zapata; Arboleda, Javier López, Tesillo, Gil; Perzala, Gordillo, Vargas; Morelo, Plata, Pajoy (Roa). Técnico: Agustín Julio

Flamengo: Diego Alves; Rodinei, Réver, Juan, Renê; Cuellar, Willian Arão, Lucas Paquetá, Diego (Jonas), Vinicius Junior (Marlos Moreno); Henrique Dourado (Geuvânio). Técnico: Maurício Barbieri

Cartões Amarelo: Gordillo, Arboleda (Santa Fé) Henrique Dourado, Diego Alves, Diego (Flamengo)

Cartões Vermelhos: Não houve