Em jogo de tempos distintos, Vasco fica no empate com a Chapecoense

O atacante argentino, Andres Rios, fez uma boa partida com muita entrega e foi recompensado marcando o gol de empate com muita frieza e qualidade | Carlos Gregório Jr (CRVG)

Após uma semana conturbada pela goleada sofrida contra o Racing na Libertadores, o Vasco foi a Chapecó e empatou em 1 a 1 com a Chapecoense, neste domingo (22), pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro. Após sair perdendo no placar num primeiro tempo apático, o Cruzmaltino mudou a postura e buscou a igualdade na etapa final. Com o resultado, o Gigante da Colina soma 4 pontos na competição e o Verdão do Oeste conseguiu seu primeiro ponto.

Os 15 primeiros minutos iniciais da partida começaram de forma sonolenta. A Chapecoense tocava a bola sem muita objetividade e os jogadores do Cruzmaltino assistiam passivamente. Aos 18, na primeira chance de perigo claro do jogo, Vinicius Freitas fez boa jogada pela esquerda e colocou a bola na cabeça do artilheiro Wellington Paulista que não desperdiçou: 1 a 0 Chape.

O Vasco tinha grande dificuldade de criar oportunidades e insistia na velocidade de Rildo, que não conseguia vencer a marcação do Verdão do Oeste. A Chapecoense passou a criar mais chances reais de gol. Aos 24, Wellington Paulista novamente quase ampliou o placar em chute de longe. O primeiro tempo se encerrou e o time de São Januário não teve nenhuma oportunidade de marcar.

O Gigante da Colina voltou com uma postura totalmente diferente para a segunda etapa. Com a entrada do meia Thiago Galhardo no lugar do lateral Rafael, o time ganhou mais presença ofensiva. E foi de Thiago a jogada que culminou no gol de empate. Aos nove, o meia fez jogada pela direita e cruzou rasteiro para Rios. O Argentino teve frieza, driblou Jandrey e chutou de esquerda para o fundo da rede: 1 a 1.

O Vasco se aproximava da virada. Wagner teve duas boas oportunidades de marcar e aos 32, Evander, livre na pequena área, furou e perdeu grande chance. A Chape respondia nos contra-ataques. Canteros e Vinicius levaram perigo em chutes de longe. Porém, no fim, nenhum dos times conseguiu somar os três pontos

O próximo compromisso do Vasco no Campeonato Brasileiro será no dia 05 de maio, contra o América-MG, às 19h, pela quarta rodada. O jogo do Cruzmaltino contra o Santos pela terceira rodada foi adiado para dia 16 de julho. A Chapecoense enfrenta o Palmeiras, no próximo domingo (29), às 16h, na Arena Palmeiras.

 

Chapecoense 1 × 1 Vasco

Arena Condá (Santa Catarina)

Árbitro: Luiz Flavio de Oliveira (SP)

Assistentes: Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP)e  Herman Brumel Vani (SP)

Chapecoense: Jandrey; Apodi, Rafael Thyere, Douglas, Vinicius Freitas; Amaral, Elicarlos, Luiz Antônio (Nadson(Leandro Pereira)), Canteros; Arthur, Wellington Paulista (Vinicius). Técnico: Gilson Kleina.

Vasco: Martín Silva; Rafael Galhardo (Thiago Galhardo), Paulão, Werley, Henrique; Desabato, Wellington (Evander), Wagner, Yago Pikachu; Rildo (Riascos), Andres Rios. Técnico: Zé Ricardo.

Cartões amarelos: Vinicius Freitas (Chapecoense); Wellington, Wagner (Vasco)

Cartão vermelho: Não houve

Gols: Wellington Paulista– Chapecoense (18 /1º tempo); Andres Rios – Vasco (09/ 2° tempo)

Público: 8.675

Renda: R$ 193.270,00