Everton marca e Flamengo é derrotado pelo São Paulo no Maracanã

O reencontro com a equipe depois da pausa no Campeonato Brasileiro para disputa da Copa do Mundo não foi como os mais de 50 mil rubro-negros presentes no Maracanã, na noite desta quarta-feira (18), esperavam. Talvez tenha sido até pior. Com direito a famosa “lei do ex” o Flamengo foi derrotado por 1 a 0 pelo São Paulo, com gol de Everton, em duelo válido pela décima terceira rodada da competição nacional e viu a equipe paulista encostar de vez na briga pelo topo da tabela de classificação.

Apesar do resultado negativo o time da Gávea segue na liderança isolada do certame, com 27 pontos somados em 13 jogos disputados. Porém, a partir de agora, terá o Tricolor do Morumbi na sua cola, ocupando a segunda colocação com 26 pontos.

PRIMEIRO TEMPO MUITO MOVIMENTADO, MAS SEM GOLS

A primeira etapa do duelo do líder contra o vice-líder do Campeonato Brasileiro foi de tirar o fôlego desde os minutos iniciais. Logo aos sete, o São Paulo assustou o gol defendido por Diego Alves, quando Militão aproveitou cobrança de falta de Nenê e cabeceou firme, mas a bola passou raspando o ângulo direito do arqueiro rubro-negro. Quatro minutos depois, o Flamengo respondeu com boa trama de ataque. Após cruzamento de Renê, Guerrero ajeitou a bola para Diego que veio de trás e chutou forte, mas a bola explodiu a zaga adversária e saiu em escanteio.

A partir daí o time comandado por Maurício Barbieri passou a ter mais a posse de bola, contudo, encontrou um adversário bem postado no campo de defesa e só voltou a levar perigo depois dos 26 minutos. Aos 27, Renê arriscou chute perigoso de fora da área e Sidão fez boa defesa em dois tempos. No lance seguinte, Rojas recebeu passe em velocidade, partiu para cima de Réver deixando o defensor rubro-negro na saudade e bateu cruzado para intervenção segura de Diego Alves.

Aos 37, Reinaldo aproveitou rebote dentro da área do Flamengo, mas chutou mal de perna direita e perdeu a chance de abrir o placar a favor do São Paulo. Antes do fim dos 45 minutos iniciais, aos 42, Diego cobrou falta para dentro da área, Paquetá deu leve desvio de cabeça, a bola explodiu no travessão e decidiu que o primeiro tempo terminaria mesmo com o empate sem gols.

EVERTON MARCA NO INÍCIO E SÃO PAULO SUPORTA PRESSÃO RUBRO-NEGRA

Quando se esperava que o Flamengo seguisse com a pressão apresentada no primeiro tempo, o São Paulo surpreendeu. Logo aos dois minutos do segundo tempo o time paulista jogou um balde de água fria na equipe carioca e calou o lotado Maracanã. Após passe errado de Renê, Nenê puxou contra-ataque e encontrou Rojas. De perna direita o novo reforço são-paulino cruzou para dentro da área e a bola encontrou Everton, que de cabeça, só teve o trabalho de escorar para o fundo das redes tirando do alcance de Diego Alves: São Paulo 1 a 0.

Estreante da noite, Fernando Uribe perdeu duas boas oportunidades de fazer seu primeiro gol com a camisa rubro-negra | Paulo Sergio (Agencia F8 )

Três minutos depois, Marlos Moreno aproveitou jogada pela ponta esquerda e cruzou para dentro da área. Após desvio de Diego, Guerrero cabeceou com perigo mas Sidão defendeu. Logo em seguida, aos 12, Diego descolou lindo lançamento para Marlos que infiltrava livre dentro da área são-paulina. O camisa 17 rubro-negro não conseguiu fazer o domínio e perdeu ótima chance de empatar o duelo.

Após o gol o Tricolor do Morumbi passou a jogar fechadinho no campo de defesa esperando espaços do Flamengo para sair em contra-ataque. Num deles, aos 14, Nenê recebeu passe de Reinaldo e bateu colocado de fora da área, a bola saiu em tiro de meta, mas assustou o goleiro rubro-negro. Querendo a vitória, Maurício Barbieri sacou Marlos Moreno de campo aos 16 minutos e colocou o estreante Fernando Uribe. Aos 21, Paquetá aproveitou cruzamento de Diego para dentro da área e chutou de primeira, mas Sidão fez ótima defesa. No rebote, Uribe perdeu a melhor chance do Flamengo no confronto, chutando para fora.

Mostrando ao que veio, Uribe voltou a ser perigoso dois minutos depois, quando Paquetá fez cruzamento para dentro da área e o novo camisa 20 do Flamengo cabeceou como manda o manual, para o chão, mas Sidão – de forma incrível- evitou mais uma vez o empate da equipe carioca. A partir daí, o Flamengo foi tomado pelo desespero. Trauco e Matheus Sávio substituíram Rômulo e Éverton Ribeiro, mas as alterações não surtiram muito efeito, mesmo depois de o São Paulo ter feito suas três substituições por lesão.

Aos 38 minutos, Diego fez jogada individual e tentou chute de longa distância mas não levou perigo ao gol do Tricolor. Com seis minutos de acréscimos, o Flamengo foi para cima e ainda teve uma oportunidade antes do fim. Aos 49, Rodinei levantou bola na área e Guerrero – sozinho e livre de marcação- cabeceou para fora desperdiçando a chance do empate no último lance da partida.

Agora, o Flamengo volta a campo no próximo sábado (21), quando terá pela frente o clássico contra o Botafogo, às 19h, novamente no Maracanã e com expectativa de bom público.

Flamengo 0x1 São Paulo

Estádio Maracanã (Rio de Janeiro – RJ)

Árbitro: Paulo Roberto Alves Junior (PR)

Assistentes: Pedro Martinelli Christino (PR) e Luciano Roggenbaum (PR)

Flamengo: Diego Alves; Rodinei, Réver, Léo Duarte, Renê; Rômulo (Trauco), Lucas Paquetá, Diego; Everton Ribeiro (Matheus Sávio), Marlos (Uribe) e Guerrero. Técnico: Maurício Barbieri.

São Paulo: Sidão; Éder Militão, Arboleda, Anderson Martins, Reinaldo; Jucilei (Liziero), Hudson, Nenê, Joao Rojas (Araruna), Everton (Tréllez); Diego Souza. Técnico: Diego Aguirre.

Cartões amarelos: Rômulo, Everton Ribeiro e Diego (Flamengo); Everton, Araruna, Reinaldo e Sidão (São Paulo)

Cartões vermelhos: Araruna (São Paulo)

Gols: Everton – São Paulo (02’/2º tempo)

Público: 51.777 presentes