Fast desiste e Copa SP não terá representantes do Amazonas

Elenco do Fast celebra o título do Campeonato Amazonente sub-20, conhecido por lá como Barezinho | Mauro Neto/Sejel
Elenco do Fast celebra o título do Campeonato Amazonente sub-20, conhecido por lá como Barezinho | Mauro Neto/Sejel

A primeira substituição da Copa São Paulo de Futebol Júnior aconteceu antes mesmo do início da competição. Nesta segunda-feira, o Fast-AM anunciou que não vai participar da disputa, por questões financeiras, e foi substituído pela União Barbarense, de Santa Bárbara do Oeste-SP.  O time amazonense estava no grupo 23, sediado em Osasco. A chave conta ainda com Audax, Atlético-MG e Rio Branco-AC.

Embora a tabela da competição tenha sido divulgada em novembro, o clube amazonense ainda esperava o custeio do deslocamento da equipe para São Paulo, feito pela Secretaria estadual de Esporte e Lazer do Amazonas. No entanto, a pasta não fez o repasse, devido ao atraso na prestação de contas da participação da equipe na edição de 2017.

O caso será analisado pela Federação Paulista de Futebol (FPF), que organiza a competição. Assim, embora essa edição tenha o número recorde de 218 participantes, não haverá nenhum representante do Amazonas na copinha. O Fast pode ser suspenso da disputa pelos próximos cinco anos. A primeira fase começa nesta terça-feira, e a decisão acontece dia 25 de janeiro, data do aniversário da cidade de São Paulo.

A edição deste ano terá oito representantes do Rio de Janeiro: Botafogo, Flamengo, Fluminense, Vasco, Boavista, Madureira, Nova Iguaçu e Volta Redonda. Mas também há ausências marcantes: o Pérolas Negras, que participou das duas últimas edições, está fora, assim como a Portuguesa, atual vice-campeã do Torneio Octávio Pinto Guimarães.