Surian não resiste à campanha ruim e não é mais técnico do Volta Redonda

Após a derrota por 2 a 0 para a Portuguesa, na noite da última segunda-feira (19), a quarta no Campeonato Carioca de 2018, a diretoria do Volta Redonda anunciou de forma oficial, em nota no site do clube, há poucos minutos, a demissão do técnico Felipe Surian.

LEIA TAMBÉM: Portuguesa bate o Volta Redonda fora de casa e estreia com pé direito na Taça Rio

Até o momento o Voltaço tem seis jogos disputados no Estadual, soma apenas quatro pontos na tabela de classificação e ocupa a vice-lanterna da competição, o que hoje levaria a equipe a para fase preliminar do Campeonato Carioca em 2019.

Vice-presidente de futebol do clube, Flávio Horta Júnior, agradeceu em nota oficial os serviços prestados por Surian ao Volta Redonda e afirmou que espera contar com um novo treinador no comando da equipe já para o duelo contra o Madureira no próximo dia 26.

– O Surian é um dos técnicos mais vitoriosos da história do clube, nos levou a conquista de um título inédito de Campeonato Brasileiro, mas, infelizmente, precisamos mudar. Temos a consciência de que ele não é o único culpado pelos maus resultados e assumimos a nossa parcela de culpa. Porém, não podemos ficar parados, assistindo, sem tomar alguma decisão. Somos muito gratos por tudo o que ele fez pelo Voltaço e desejamos muito sucesso na sequência da sua carreira. Esperamos anunciar o novo treinador o mais rápido possível, para que ele já comece a trabalhar e comande o time contra o Madureira – afirmou em entrevista ao site oficial do Voltaço.

Felipe Surian chegou ao Volta Redonda em 2016 e conquistou a Taça Rio e, de forma invicta, o Campeonato Brasileiro da Série D. No começo de 2017, Surian deixou o Tricolor de Aço para assumir o América-RN, mas retornou três meses depois, comandando a equipe no segundo turno do Campeonato Carioca e durante a Série C.

Ao todo, Surian comandou o time do Estádio da Cidadania em 71 jogos, com 30 vitórias, 23 empates e 18 derrotas, obtendo 42% de aproveitamento ao longo das duas passagens no Tricolor.