Fla vence o Grêmio no Maracanã e segue vivo na briga pelo título

Uribe marcou o gol que abriu caminho para vitória do Flamengo sobre o Grêmio | Gilvan de Souza (CRF)

Com casa cheia, mais de 36 mil torcedores, e jogando a vida, o Flamengo recebeu o Grêmio, na noite desta quarta-feira (21), no Maracanã, em duelo válido pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro e venceu por 2 a 0. Os gols do Rubro-Negro foram marcados por Uribe e Diego, que teve grande atuação individual.

Com o triunfo, o rubro-negro carioca chegou aos 69 pontos e permaneceu com chances matemáticas de conquistar o título da competição, já que a distância para o líder Palmeiras seguiu em cinco pontos. Para levantar a taça, o Fla precisa de duas vitórias nas duas últimas rodadas e o rival paulista não pode somar mais que um ponto em dois jogos.

FLAMENGO ESBARRA NA TRAVE NA PRIMEIRA ETAPA

Em casa e com o apoio da torcida, o Flamengo começou buscando o ataque. O Grêmio, de Renato Gaúcho, se fechava bem e não dava espaços perto de sua área. Os primeiros minutos de partida foram de muita intensidade e nenhuma chance clara de gol. O rubro-negro pressionava, mas não conseguia finalizar. Até que, aos 21, Vitinho cobrou escanteio pelo lado esquerdo, Uribe se antecipou a marcação na primeira trave e acertou uma bela cabeçada no poste esquerdo do goleiro Paulo Victor, quase o primeiro do Fla.

A primeira chance gremista veio logo a seguir e dos pés de Ramiro. Após saída errada de Cuéllar, o volante carregou e bateu firme. A bola ainda quicou antes de parar nas mãos de César.Dois minutos depois, Vitinho fez jogada pela esquerda e passou para Cuéllar. O Colombiano entrou na área e tentou passar para Uribe. A zaga cortou, e, na sobra, Renê, em boas condições, acabou mandando por cima. Minutos depois, Diego fez jogada individual e chutou de longe, obrigando Paulo Victor a mandar para escanteio, no último lance de perigo da etapa inicial.

SEGUNDA ETAPA LETAL E PERMANÊNCIA NA BRIGA PELO TÍTULO

Os comandados de Dorival Júnior começaram pressionando na etapa complementar. Antes do segundo minuto, Éverton Ribeiro, Arão e Pará fizeram excelente triangulação pela direita, e o lateral direito pegou de primeira. Paulo Victor mandou para escanteio. Na cobrança, Ribeiro mandou para área, Réver desviou de cabeça e Uribe, de voleio, mandou no canto: 1 a 0 para o Flamengo.

Diego coroou uma grande atuação marcando o segundo gol do triunfo rubro-negro sobre os gremistas | Gilvan de Souza (CRF)

O Grêmio só foi responder aos 15, quando Everton foi lançado na área e tentou de cabeça, mas a bola foi fraquinha na direção de César. Em duelo aberto, os ataques rubro-negros eram mais perigosos. Rhodolfo teve grande chance para ampliar, após cobrança de escanteio, mas a defesa gremista livrou o perigo em cima da linha. Renato Gaúcho, percebendo a queda de rendimento de seus atletas, buscou dar novo gás no setor de ataque com as entradas de Alisson e André, mas o Tricolor não conseguia ser agressivo.

Perto do fim, César evitou o que seria o gol de empate dos gremistas. Em cobrança de escanteio, Geromel subiu mais que toda zaga rubro-negra e testou firme. O arqueiro rubro-negro voou para manter a sua equipe na disputa pelo título. Disputa essa que seguiu ainda mais viva quando Berrío avançou em velocidade pela esquerda, e serviu Diego que, dentro da área, mandou para o gol e garantiu o Flamengo vivo na disputa pelo título por mais uma rodada. Final de jogo: 2 a 0 para os donos da casa.

Agora, ainda sonhando com o título do Campeonato Brasileiro o Flamengo viaja até Belo Horizonte onde enfrenta o Cruzeiro, no próximo domingo (25), às 17h, em duelo da 37ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Flamengo 2×0 Grêmio

Estádio do Maracanã (Rio de Janeiro – RJ)

Árbitro: Braulio da Silva Machado (SC)

Assistentes: Kleber Lucio Gil (FIFA – SC) e Guilherme Dias Camilo (FIFA – MG)

Flamengo: César; Pará, Rhodolfo, Réver, Renê; Cuéllar, Willian Arão, Diego, Éverton Ribeiro (Jean Lucas), Vitinho (Marlos); Uribe (Berrío). Técnico: Dorival Júnior.

Grêmio: Paulo Victor; Leonardo, Pedro Geromel, Marcelo Oliveira, Bruno Cortêz; Michel, Matheus Henrique (Alisson), Ramiro, Jean Pyerre (Thaciano), Éverton; Jael (André). Técnico: Renato Gaúcho.

Cartões amarelos: Willian Arão e Diego (Flamengo) e Matheus Henrique e Ramiro (Grêmio)

Cartões vermelhos: Não houve.

Gols: Uribe – Flamengo (01’/2º tempo) e Diego – Flamengo (44’/2º tempo)

Público: 33.932 pagantes e 36.013 presentes

Renda: R$ 701.361,00