Fla volta a jogar mal, perde para o Corinthians e dá adeus à Copa do Brasil

Euforia de um lado. Frustração do outro. As duas maiores torcidas do Brasil viveram sentimentos distintos após a noite desta quarta-feira (26). Em um jogo com bem mais emoção do que há duas semanas, o Corinthians venceu o Flamengo por 2 a 1 e se classificou para a final da Copa do Brasil. Além da vontade da equipe da casa e da falta de efetividade dos visitantes, brilhou a estrela do garoto Pedrinho, que entrou em campo no segundo tempo e marcou o gol da vitória um minuto depois. Os outros gols foram marcados por Danilo Avelar e Henrique (contra).

Com o resultado negativo desta noite contra o Corinthians, o Flamengo amarga a sua terceira eliminação na temporada. No Campeonato Carioca caiu diante do campeão Botafogo, na semifinal, e na Libertadores parou contra o Cruzeiro nas oitavas de final.

O Corinthians iniciou o jogo com uma postura diferente da apresentada duas semanas antes do Maracanã. Em casa e empurrado por sua torcida, buscou jogo, teve atitude logo nos primeiros movimentos do jogo e foi recompensando com o gol aos 13 minutos. Jadson deu bela assistência para Danilo Avelar na esquerda. Éverton Ribeiro não acompanhou a jogada e deixou o corintiano cara a cara com Diego Alves para marcar após chute de primeira: Corinthians 1 a 0.

O gol cedo poderia ter feito os donos da casa retomarem a postura mais defensiva logo de início, mas a vantagem não se estendeu por mais de cinco minutos. Aos 17, o Flamengo foi para cima e empatou. Willian Arão deu passe no vazio para a boa chegada de Pará na direita. O lateral rubro-negro cruzou e contou com a infelicidade da bola bater no braço de Henrique e entrar no gol: 1 a 1 e tudo igual no placar da Arena Corinthians.

O segundo tempo iniciou com um Flamengo aparecendo mais no ataque. Apesar de não conseguir criar situações muito claras, o rubro-negro girava a bola de um lado para o outro e tinha mais a posse. A melhor chance foi em um chute de Vitinho após tabela com Paquetá. Mas o Corinthians soube ser letal e contou com a estrela do jovem Pedrinho. Um minuto após substituir Clayson, o garoto entrou e decidiu. A jogada, aos 23 minutos, se iniciou nos pés de Romero, que tocou para o meio. A bola desviou em Jadson e sobrou para Pedrinho, que girou e bateu na entrada da área, no canto de Diego Alves. O goleiro do Flamengo pulou, mas não conseguiu fazer a defesa: 2 a 1.

Na reta final do jogo, o Corinthians voltou a recuar. Até apareceu de forma discreta no ataque. Mas não se importou em se defender como podia. E foi funcionando. O Flamengo girava a bola, seguia sem conseguir furar o bloqueio alvinegro com precisão. A última e perigosa chance do Rubro-Negro veio aos 47, com um chute de Pará que parou na trave e tirou o ar dos alvinegros na Arena. Apesar do susto, a noite terminaria mesmo com festa corintiana e a classificação para final da Copa do Brasil de 2018.

Eliminado e a partir de agora somente com o Campeonato Brasileiro para disputar, o Flamengo, volta a campo no próximo sábado (29), quando visita o Bahia, em duelo que será realizado na Arena Fonte Nova, às 21h.

Corinthians 2×1 Flamengo

Arena Corinthians (São Paulo – SP)

Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (FIFA/MG)

Assistentes: Bruno Boschilia (FIFA/PR) e Bruno Raphael Pires (FIFA/GO)

Corinthians: Cássio; Fagner (Gabriel), Léo Santos, Henrique, Danilo Avelar; Ralf, Douglas, Jadson, Mateus Vital (Araos), Clayson (Pedrinho), Romero. Técnico: Jair Ventura.

Flamengo: Diego Alves; Pará, Léo Duarte, Réver, Trauco; Cuéllar, Willian Arão (Lincoln), Éverton Ribeiro, Diego (Vitinho), Lucas Paquetá; Henrique Dourado (Marlos). Técnico: Maurício Barbieri.

Cartões amarelos: Douglas (Corinthians); Lucas Paquetá, Willian Arão e Marlos (Flamengo)

Cartões vermelhos: Não houve

Gols: Danilo Avelar, (13’/1º tempo); Henrique, (17’/1º tempo); Pedrinho, (23’/2º tempo)

Público: 44.249 pagantes e 44.606 presentes

Renda: R$ 3.663.322,30