Flamengo abre a Taça Rio goleando o Madureira: 4 a 0

Diego marcou um golaço na vitória rubro-negra por 4 a 0 sobre o Madureira | André Martins

No último teste do time titular antes da estreia na fase de grupos da Copa Libertadores da América de 2018, contra o River Plate-ARG, o Flamengo atropelou o Madureira por 4 a 0 na noite desta quarta-feira (21), em duelo da primeira rodada da Taça Rio, segundo turno do Campeonato Carioca e realizado no Estádio Nilton Santos, na Zona Norte do Rio.

Com a vitória na estreia, o rubro-negro lidera de forma isolada o Grupo B, enquanto o Tricolor Suburbano passa a amargar a lanterna do Grupo C e também da classificação geral do Campeonato Estadual, o que o levaria a disputa da primeira fase da competição em 2019.

A partida começou com o Flamengo tendo mais posse de bola e buscando espaços para atacar. Dessa forma, não demorou muito para o rubro-negro levar perigo a meta defendida pelo goleiro Jonathan. Aos seis minutos Éverton Ribeiro apareceu pelo meio, recebeu bola e abriu para Rodinei, que cruza para área. A zaga do Madureira afastou, mas Diego pegou a sobra e chutou forte, Jonathan caiu e fez boa defesa.

Todo no campo ofensivo o Flamengo sufocava o Madureira, que muito recuado tentava fechar os espaços para contar os avanços ofensivos da equipe rubro-negra. Aos 17,  Diego cobrou falta com categoria, o goleiro do Tricolor Suburbano ainda se esticou todo, mas nada conseguiu fazer para impedir o primeiro gol da partida: 1 a 0 para o time da Gávea.

Depois da parada técnica, o Madureira tentou chegar mais próximo do ataque, mas esbarrava na zaga do Flamengo que tinha facilidade para recuperar a bola. Já perto do fim da primeira etapa, aos 35 minutos, Jonas aproveitou sobra de escanteio e jogou a bola na área, a defesa tricolor deixou Lucas Paquetá livre para matar de primeira e ampliar o placar da partida no Estádio Nilton Santos: 2 a 0 para o rubro-negro, que passeou em campo e tomou conta de toda a primeira etapa.

Jonas teve grande atuação na goleada do Flamengo na estreia da Taça Rio | André Martins

Mesmo com a vantagem adquirida ao longo do primeiro tempo, o Flamengo voltou concentrado  e não diminuiu o ritmo ao longo da segunda etapa, tanto que, aos oito minutos, Renê lançou Éverton Ribeiro, que encontrou espaço e foi derrubado quando entrava na área. O árbitro Marcelo de Lima Henrique marca pênalti do volante Rezende. Henrique Dourado pegou a bola, esperou o goleiro, cobrou bem o seu primeiro pênalti com a camisa do Flamengo e  marcou o terceiro gol do Fla no jogo.

Depois de sofrer mais um tento do adversário, o Madureira tentou se lançar ao ataque e conseguiu levar perigo a meta rubro-negra pela primeira vez na partida. Aos 13, Souza fez corta luz na entrada da área e a bola sobrou para Luciano Daninho que pegou forte e Diego Alves fez boa defesa.

Após a parada técnica, Paulo César Carpegiani colocou Viníciu Jr. em campo e o jovem talento da Gávea não decepcionou, mais uma vez tendo grande atuação. Com o fim do duelo próximo, já aos 40 minutos, Trauco levantou bola para Henrique Dourado, que chutou e parou em boa defesa de Jonathan. Diego pegou o primeiro rebote e bola não entrou. Na sobra, Vinicius mandou para o fundo da rede e decretou a goleada do Flamengo no Nilton Santos: 4 a 0.

Agora, na próxima rodada da Taça Rio, o Flamengo vai até Cuiabá para enfrentar o Fluminense no próximo sábado (24), às 17h, na Arena Pantanal. Já o Madureira volta a campo apenas na próxima segunda-feira (26), quando enfrentará o Volta Redonda, em casa, no Estádio Aniceto Moscoso, na Rua Conselheiro Galvão.

 

Flamengo 4×0 Madureira

Estádio Nilton Santos (Rio de Janeiro)

Árbitro: Marcelo de Lima Henrique

Assistentes: Michael Correia e Rachel de Mattos Bento

Flamengo: Diego Alves; Pará, Réver, Rhodolfo e Renê (Trauco); Jonas (Rômulo), Lucas Paquetá, Diego, Éverton Ribeiro (Vinícius Júnior) e Everton; Henrique Dourado. Técnico: Paulo Cesar Carpegiani.

Madureira: Douglas; João Carlos, Edmário e Thiago Medeiros; Formiga, Téssio (Douglas Lima), Rezende, Luciano (Júlio César) e Renan (Leandro Carvalho); Igor Catatau e Souza. Técnico: Djair.

Cartões amarelos: Diego (Flamengo); Rezende (Madueira)

Cartões vermelhos: Não houve

Gols: Diego – Flamengo (07/1º tempo); Lucas Paquetá – Flamengo (35/1º tempo); Henrique Dourado – Flamengo (10/2º tempo); Vinícius Júnior – Flamengo (40/2º tempo)

Público: 3.465 pagantes e 4.672 presentes

Renda: R$ 105.520,00