Flamengo bate a Portuguesa no Canindé e está na final da Copa SP

Vítor Gabriel fez dois gols e ajudou a colocar o Flamengo na final da Copinha | Staff Images

Em jogo eletrizante e com direito a emoção até os minutos finais de partida, o Flamengo venceu a Portuguesa por 3 a 2 na tarde desta segunda-feira (22), em duelo no Estádio do Canindé e se classificou para mais uma final da Copa São Paulo de Futebol Júnior, a quarta em sua história, nas outras três sagrou-se campeão.

Na decisão, na próxima quinta-feira (25), no Pacaembu, o rubro-negro jogará contra São Paulo ou Internacional, que se enfrentarão também nesta segunda, a partir das 20h, em Barueri. O time carioca tem três títulos da competição: 1990, 2011 e 2016.

O jogo foi equilibrado nos minutos iniciais, mas aos oito, Cesinha cruzou para Davi só escorar para o fundo das redes e colocar a Portuguesa na frente: Lusa 1 a 0 no placar. Sem deixar os donos da casa comemorarem por muito tempo, o Flamengo empatou aos 12: após cobrança de falta de Luiz Henrique, Vitor Gabriel cabeceou para o gol. Já no fim, depois de período de equilíbrio no duelo, a virada rubro-negra veio em troca de favores: Vitor Gabriel cruzou para Luiz Henrique chutou de esquerda e fez Flamengo 2 a 1, aos 36 minutos.

Na etapa final, o Flamengo teve o controle do jogo e foi criando uma chance atrás da outra. Até que, aos 15 minutos, em repeteco do primeiro gol, Luiz Henrique cobrou escanteio para dentro da área, Vitor Gabriel desviou na primeira trave e fez 3 a 1 para o time da Gávea. O time carioca teve chances para aumentar a vantagem, mas foi a Portuguesa que achou um gol: aos 34, com Pernambuco de cabeça e fez sua torcida, que lotava o Canindé, fazer forte pressão sobre os visitantes nos minutos finais. Aos 43 minutos, a Lusa teve a melhor chance para empatar o jogo, mas Yago fez grande defesa em chute de Pernambuco e salvou o Flamengo.

Na final da Copinha, o time comandado por Maurício Sousa não terá o atacante Vitor Gabriel e o lateral-esquerdo Ramon, ambos foram advertidos na partida e por somarem dois cartões amarelos estão fora da do duelo que vale o título da competição nacional.