Flamengo joga mal, só empata com o Santos e põe liderança em risco

Pela primeira vez desde que chegou à liderança do Campeonato Brasileiro o Flamengo colocou em risco a frase de seus torcedores: “Segue o líder”. Com uma atuação ofensiva bem ruim, apesar de mais um gol relâmpago como já havia acontecido no último sábado contra o Botafogo, o Flamengo só empatou com o Santos em 1 a 1 na noite desta quarta-feira (26) e pode terminar a décima quinta rodada da competição fora da primeira posição na tabela de classificação.

Com a igualdade, os rubro-negros torcem – agora- para que o São Paulo não vença o Grêmio, nesta quinta-feira (26), em duelo que será realizado às 20h, na Arena do Tricolor Gaúcho, para não perderem a liderança do Campeonato Brasileiro.

Apesar dos quatro atacantes do Santos, quem marcou primeiro na partida e logo no início, foi o Flamengo. Aos três minutos, Alisson tentou ganhar arremesso lateral chutando a bola em cima de Guerrero e acabou cedendo escanteio para o rubro-negro. Diego foi para cobrança, Bruno Henrique desviou na primeira trave e Éverton Ribeiro só empurrou para o fundo das redes: 1 a 0 para os cariocas.

Após o gol o time carioca tinha mais posse de bola, chegava com facilidade ao ataque, mas não aproveitava os espaços deixados em campo pelo Santos, que parecia perdido e só chegou conseguiu chegar ao gol do Flamengo aos 21 minutos de jogo, quando em chute perigoso de fora da área, Vitor Ferraz obrigou Diego Alves a fazer boa defesa.

Quatro minutos depois, aos 25, Rodrygo cobrou falta com muito categoria, mas o desvio na barreira fez com que a bola saísse em escanteio para os donos da casa. Depois dos dois primeiros lances de ataque o alvinegro praiano se soltou na partida e chegou ao empate aos 33 minutos, quando Rodrygo fez linda jogada pela ponta direita, limpou três marcadores e cruzou na medida para Gabigol só escorar na primeira trave: 1 a 1 e tudo igual na Vila Belmiro.

Acuado após o gol de empate o Flamengo demorou para entrar no jogo novamente e voltou a levar perigo ao gol defendido por Wanderlei somente aos 43 minutos em falta cobrada por Paquetá, que quicou à frente da meta e obrigou o goleiro santista a fazer boa defesa para evitar o segundo gol rubro-negro. Dois minutos depois, Dodô fez ótima jogada pela esquerda e levantou bola na área para Bruno Henrique que não aproveitou e cabeceou para fora no último lance de perigo da primeira etapa.

Buscando a vitória, o Flamengo voltou do intervalo disposto a matar o jogo. Logo aos cinco minutos, Matheus Sávio puxou rápido contra-ataque e na entrada da área bateu forte no meio do gol para defesa segura de Wanderlei. Com Renato no lugar de Sasha o Santos buscava mais poder de marcação para surpreender um adversário que tinha mais posse de bola, mas deixava espaços para o contra-ataque.

Aos 15 minutos, Diego armou boa trama de ataque e achou Matheus Sávio na ponta esquerda. O camisa 22 tocou para Éverton Ribeiro que tentou chute por cobertura mas viu a bola sair em tiro de meta para o goleiro Wanderlei. Preso no campo de defesa, mas com um contragolpe preparado com Rodrygo, Gabigol e Bruno Henrique, o Santos assistia o Flamengo – que tinha mais de 60% de posse de bola- jogar.

Enxergando uma equipe pouco efetiva ofensivamente dentro de campo. Mauricio Barbieri sacou Paolo Guerrero, Diego e Matheus Sávio e lançou as entradas de Uribe, Geuvânio e Henrique Dourado. Logo em seu primeiro lance na partida, aos 31 minutos, Guevânio fez boa jogada para cima de Victor Ferraz e chutou forte para boa defesa de Wanderlei, que espalmou para escanteio.

Buscando o segundo gol, o Flamengo seguiu no ataque. Aos 37 minutos, Éverton Ribeiro fez ótima jogada individual e na entrada da área chutou forte, mas a bola desviou na zaga e saiu em escanteio. A partir daí, o desespero tomou conta do time rubro-negro que passou a errar muitos passes, se limitou a tentar chuveirinhos para área santista e saiu da Vila Belmiro com um resultado ruim.

No próximo domingo (29), o Flamengo volta a campo para enfrentar o Sport, no Maracanã, às 16h, em duelo da décima sexta rodada do Campeonato Brasileiro.

Santos 1×1 Flamengo

Estádio Vila Belmiro (Santos – SP)

Árbitro: Jaílson Macedo Freitas (BA)

Assistentes: Elicarlos Franco de Oliveira (BA) e Jucimar dos Santos Dias (BA)

Santos: Vanderlei; Victor Ferraz, Lucas Veríssimo (Luiz Felipe), Gustavo Henrique, Dodô; Alison, Diego Pituca (Léo Cittadini), Eduardo Sasha (Renato); Rodrygo, Bruno Henrique e Gabriel. Técnico: Serginho Chulapa.

Flamengo: Diego Alves; Rodinei, Réver, Léo Duarte, Renê; Cuéllar, Lucas Paquetá, Diego (Henrique Dourado); Éverton Ribeiro, Matheus Sávio (Geuvânio) e Guerrero (Uribe). Técnico: Maurício Barbieri.

Cartões amarelos: Luiz Felipe (Santos); Diego (Flamengo)

Gols: Éverton Ribeiro – Flamengo (03’/2º tempo) e Gabriel – Santos (33’/1º tempo)

Público: 11.843 pagantes

Renda: R$ 292.847,00