Flamengo sofre apagão no início e é derrotado pelo Atlético-PR fora de casa: 3 a 0

Segue a sina e o Flamengo continua sem vencer o Atlético-PR em Curitiba pelo Campeonato Brasileiro desde 1974. Bastaram os primeiros 20 minutos de jogo para os donos da casa construírem a vitória sobre o Flamengo. Neste período, o Furacão fez os gols do triunfo por 3 a 0, na manhã deste domingo (19), na Arena da Baixada, em duelo da 19ª rodada do campeonato nacional. Pablo, Raphael Veiga e Zé Ivaldo marcaram os gols do confronto.

Com o resultado negativo, o Flamengo, perdeu a vice-liderança do Brasileiro, já que o Inter derrotou o Paraná. Agora, os cariocas estão em terceiro lugar na tabela de classificação, com 37 pontos, e podem ver a diferença para o líder São Paulo subir para quatro pontos ainda nesta rodada.

INÍCIO DE JOGO FULMINANTE E RESULTADO GARANTIDO

A estratégia do Atlético funcionou à perfeição: pressionou no início, sem deixar que o Flamengo tivesse tempo para se adaptar à grama sintética. Com os cariocas dispersos e errando muito, os gols saíram um atrás do outro, sempre em velocidade e pelos lados do campo.

Pablo aproveitou cobrança de falta ensaiada aos nove minutos e abriu o placar. Aos 16, Raphael Veiga completou escanteio da direita e ampliou o marcador: 2 a 0 para o Atlético-PR. Pouco tempo depois, aos 20, Zé Ivaldo concluiu contra-ataque rápido do Furacão e deu números finais ao duelo.

Com a vantagem construída, o Furacão administrou e pouco foi ameaçado. Santos brilhou com algumas defesas, mas foi mais exigido em chutes de longe – exceção de uma saída à queima-roupa em chute de Vitinho.

FLAMENGO MELHORA NO SEGUNDO TEMPO MAS A PARTIDA JÁ ESTAVA DECIDIDA

O Flamengo melhorou no segundo tempo, mas não foi efetivo. Vitinho esteve entre os que mais tentaram, e Lincoln melhorou o time após entrar. Por outro lado, Uribe, Everton Ribeiro e Paquetá estiveram apagados e a atuação não foi suficiente para conseguir um resultado melhor ao fim do duelo. Com o placar elástico garantido o Atlético-PR se postou no campo de defesa, apostou nos contra-ataques e ainda conseguiu levar perigo ao gol de César na etapa final, mas não ampliou o marcador.

Agora, na próxima quinta-feira (23), o Flamengo enfrenta o Vitória no Maracanã, às 19h30, em duelo válido pela primeira rodada do segundo turno do Campeonato Brasileiro.

Atlético-PR 3×0 Flamengo

Arena da Baixada (Curitiba – PR)

Árbitro: Igor Junio Benevenuto de Oliveira (MG)

Assistentes: Felipe Alan Costa de Oliveira (MG) e Ricardo Junio de Souza (MG)

Atlético (PR): Santos; Jonathan, José Ivaldo, Léo Pereira, Renan Lodi; Wellington, Lucho (Bruno Guimarães), González, Nikão (Plata), Raphael Veiga (Bruno Nazário), Marcinho; Pablo. Técnico: Tiago Nunes.

Flamengo: César; Rodinei, Léo Duarte, Thuler, Renê; Cuéllar, Willian Arão (Marlos), Lucas Paquetá, Éverton Ribeiro (Geuvânio) e Vitinho; Uribe (Lincoln). Técnico: Maurício Barbieri.

Cartões amarelos: Pablo, Léo Pereira e José Ivaldo (Atlético-PR); Vitinho (Flamengo)

Gols: Pablo, (9’/1ºT); Raphael Veiga, (16’/1ºT); José Ivaldo, (21’/1ºT)

Público: 22.061 presentes

Renda: R$ 744.350,00