Celebração: vitória fora de casa deixa Flamengo em vantagem para o segundo jogo da decisão | Divulgação/Flamengo

Flamengo vence Botafogo no primeiro jogo da final do Carioca Sub-17

Mesmo como visitante, o Flamengo venceu o Botafogo por 2 a 1 neste domingo, no Estádio Nilton Santos, e abriu boa vantagem neste primeiro jogo de decisão do Campeonato Carioca Sub-17, do qual busca o bicampeonato. O confronto é uma espécie de tira-teima: essas são as equipes que chegaram às finais dos dois turnos: o rubro-negro venceu a Taça Guanabara, na cobrança de pênaltis, e o Glorioso levantou o troféu da Taça Rio, após dois jogos, no placar agregado. As conquistas dos turnos classificaram os clubes para a decisão.

Autor do segundo gol do Flamengo, que foi decisivo para a vitória, o atacante Wendel celebrou o resultado da mudança de estratégia da equipe.

— Queríamos realmente explorar os contra-ataques e deu tudo certo. Agora, o desafio é repetir esse desempenho no segundo jogo para assegurar o título — explica.

Embora já se conheçam bem, fruto dos constantes confrontos, os dois times trocaram de papéis no primeiro jogo da final. Mais acostumado a atuar nos contra-ataques, o Botafogo propôs o jogo, diante de um Flamengo mais retraído, fruto do grande volume de partidas da temporada. Em busca da oportunidade perfeita, o rubro-negro abriu o placar aos nove minutos. Em jogada de velocidade, Yuri César levou a melhor sobre o marcador, invadiu a área e bateu na saída de André, do lado esquerdo, para marcar seu 15º gol, que o transforma em artilheiro isolado da competição.

Dono de maior posse de bola, o Botafogo não conseguia transformar o domínio em finalizações e pouco ameaçava. Aos dez minutos da segunda etapa, após cobrança de falta do Botafogo, no campo de ataque, Marx Lenin aproveitou bola recuperada pelo rubro-negro e encontrou Wendel livre. O camisa 11 teve tranquilidade para tocar do lado direito da saída do goleiro para ampliar: 2 a 0.

O alvinegro descontou após a parada técnica. Em cobrança de escanteio pelo lado direito, a bola cruzou toda a área, o goleiro Victor Hugo falhou e Basseto, que entrara no segundo tempo, empurrou para o fundo do gol. O Glorioso continuou a pressionar, mas foi pouco efetivo nas finalizações. Agora, terá que reverter a vantagem do rival. O segundo jogo acontece no próximo domingo (25), às 10h, na Gávea.