Flu bate o Botafogo no Maracanã e se aproxima do G6 do Brasileiro

Vitória no clássico contra o Botafogo aproximou o Fluminense do G6 | Lucas Merçon (FFC)

Diante de menos de 11 mil pessoas, na tarde deste domingo (09), no Maracanã, o Fluminense voltou a vencer depois de três rodadas no Campeonato Brasileiro. A vitória sobre o Botafogo (1 a 0, com gol de Digão no primeiro tempo) fez o Tricolor respirar na tabela e deixa o Alvinegro a dois pontos da zona de rebaixamento.

Com gramado cheio de areia, como já havia acontecido na véspera, na partida entre Flamengo e Chapecoense, o Fluminense poderia ter ampliado no segundo tempo, nos espaços que o Botafogo ofereceu. Depois de um bom jogo no empate contra o Cruzeiro, o Alvinegro fez apresentação fraca e ainda perdeu pênalti com Rodrigo Lindoso.

Com o resultado, o Tricolor voltou a vencer depois de três rodadas – com uma derrota e dois empates -, chegou aos 31 pontos e subiu quatro posições ao término da partida. Derrotado pela décima vez neste Brasileiro, o time de Zé Ricardo está em situação delicada na tabela, estacionado com 26 pontos, a dois do primeiro time da zona de rebaixamento.

A blitz tricolor do início da partida deu resultado rápido. Contra um vulnerável Botafogo, que entrou em campo com Rodrigo Lindoso, Matheus Fernandes e Bochecha no meio de campo, o Fluminense tentou três vezes até abrir o placar com Digão, após cobrança de escanteio e tentativa de bicicleta de Everaldo.

Com boa participação de Everaldo e Luciano na chegada ao ataque, o mandante tomou conta do jogo sem dificuldade. Sem mobilidade, o Botafogo só respirava nas escapadas velozes de Erick e quando a bola caía nos pés de Lindoso. Após cruzamento do meia Kieza perdeu chance incrível, em grande defesa de Julio Cesar.

Em desvantagem no placar, o Botafogo saiu mais para o jogo na segunda etapa, com Rodrigo Pimpão e Brenner no ataque. Retraído, o Fluminense poderia ter aproveitado contra-ataque, como em lance que Jadson chutou fraco da entrada da área.

Aos 38 minutos, em boa jogada de Erick, Ayrton cortou cruzamento com a mão direita. Lindoso bateu, Rodolfo defendeu e, no rebote, Erick isolou. No desespero, o time de Zé Ricardo ainda ensaiou pressão, mas não evitou a décima derrota do Alvinegro. Ainda escapou de levar o segundo, em rápido contra-ataque que Jadson, novamente, desperdiçou.

Na 25ª rodada, o Fluminense visita o Atlético-PR, no domingo que vem, às 16h. O Botafogo recebe o América-MG, no Nilton Santos, às 11h, também no domingo.

Fluminense 1×0 Botafogo

Estádio do Maracanã (Rio de Janeiro – RJ)

Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)

Assistentes: Jorge Eduardo Bernardi (RS) e Leirson Peng Martins (RS)

Fluminense: Júlio César (Rodolfo); Léo, Gum, Digão e Ayrton Lucas; Richard, Dodi, Jadson e Luciano (Marcos Junior); Everaldo (Matheus Alessandro) e Kayke. Técnico: Marcelo Oliveira.

Botafogo: Saulo; Marcinho (Luis Ricardo), Marcelo Benevenuto, Igor Rabello e Moisés; Matheus Fernandes (Rodrigo Pimpão), Rodrigo Lindoso e Gustavo Bochecha; Luiz Fernando (Brenner), Erik e Kieza. Técnico: Zé Ricardo.

Cartões amarelos: Ayrton Lucas, Digão e Luciano (Fluminense); Erik, Marcinho, Marcelo Benevenuto e Moisés (Botafogo).

Gol: Digão, 10’/2ºT (1-0)

Público: 10.031 pagantes e 10.969 presentes

Renda: R$ 231090,00