Flu é derrotado pelo Ceará e perde a invencibilidade no pós-Copa

O duelo entre Ceará e Fluminense teve muita correria e disputa, principalmente, na primeira etapa | LC Moreira (Parceiro/ Agência Globo)

Com a melhor campanha no Campeonato Brasileiro pós-Copa do Mundo, o Fluminense teve sua sequência de vitórias quebrada após perder por 1 a 0 para o Ceará, neste sábado (28), no Estádio Presidente Vargas, em duelo válido pela décima sexta rodada do Brasileirão. O Vozão contou com estreias inspiradas dos atacantes Juninho Quixadá e Leandro Carvalho – autor do gol – e conseguiu sua segunda vitória na competição.

Com o resultado, o Tricolor das Laranjeiras perdeu a oportunidade de se aproximar do G6 e permaneceu em nono com 21 pontos. Já o Alvinegro Cearense deixou a lanterna da competição para o Atlético Paranaense, que joga amanhã, e agora é o décimo nono com 11 pontos.

CEARÁ SAI NA FRENTE EM PRIMEIRO TEMPO MOVIMENTADO

O sol forte que assolava o o Estádio Presidente Vargas não foi motivo para corpo mole na primeira etapa. Logo no primeiro minuto, Pedro quase marcou para o Flu, em chute de primeira após cruzamento de Sornoza. O Ceará não demorou a reagir. Aos 12, João Lucas chegou perto de fazer uma pintura. O lateral arriscou de muito longe, a bola pegou um grande efeito e passou perto do ângulo defendido por Júlio Cesar.

Nem a parada para hidratação, que ocorreu na metade do primeiro tempo, foi motivo para frear a velocidade das duas equipes. O Vozão criava mais perigo contra a meta do Tricolor das Laranjeiras. Aos 32, Juninho Quixadá, que fazia sua estreia pelo Alvinegro Cearense, acertou a trave. O time carioca deu um susto aos 38: após bate e rebate, Pedro chutou, mas Luis Otávio salvou em cima da linha.

Aos 40 minutos, a pressão do Vozão finalmente surtiu efeito. Mais um estreante pelo clube, o atacante Leandro Carvalho, fez grande jogada, entortou Gum e bateu de biquinho para abrir o placar pro Gigante Alvinegro.

NÍVEL DA PARTIDA CAI E FLUMINENSE NÃO CONSEGUE O EMPATE

Para a segunda etapa, o treinador do Flu, Marcelo Oliveira, colocou Everaldo e Luciano – que fazia sua primeira partida pelo Tricolor – em campo. O estreante logo teve a chance de empatar o jogo aos seis minutos, quando recebeu cruzamento e livre dentro da área, cabeceou para fora.

Essa foi uma das poucas chances de perigo do segundo tempo. Os times perderam a intensidade que vinham apresentando e pouco criaram. O Fluminense precisando buscar o resultado foi para cima. Aos 30, Everaldo invadiu a grande área e bateu cruzado, só que a bola foi para fora. O Vozão se fechou bem e o Flu não conseguiu apresentar mais nenhum lance que assustasse a meta de Everson, para alegria da torcida cearense que festejou muito a vitória.

Agora, o Tricolor das Laranjeiras enfrenta o Bahia para tentar se recuperar na tabela, no próximo domingo (05), às 19h, no Maracanã. Também em duelo válido pela décima sétima rodada do Campeonato Brasileiro, o Ceará jogará contra o Paraná, no mesmo dia, às 16h, no Estádio Durival Britto.

Ceara 1 x 0 Fluminense

Estádio Presidente Vargas (Fortaleza– CE)

Árbitro: Leandro Bizzio Marinho (SP)

Assistentes: Daniel Luis Marques (SP) e Daniel Paulo Ziolli (SP)

Ceará: Éverson; Samuel Xavier,Tiago Alves,  Luis Otávio (Eduardo Brock), João Lucas; Fabinho, Edinho, Cardona; Leandro Carvalho (Calyson), Arthur e Juninho Quixadá (Felipe Azevedo). Técnico: Lisca

Fluminense: Júlio César; Gilberto, Gum, Digão, Ayrton Lucas; Richard, Jadson (Luciano), Mateus Norton, Sornoza (Everaldo); Júnior Dutra (Matheus Alessandro) e Pedro. Técnico: Marcelo Oliveira.

Cartões amarelos: Edinho, Juninho Quixadá, Samuel Xavier, Fabinho e Cardona (Ceará);  Gilberto (Fluminense)

Cartão vermelho: Não houve

Gols: Leandro Carvalho – Ceará (40’/1º tempo)