Flu é goleado pelo Galo e perde terceira seguida no Brasileiro

Gilberto fez um dos gols do Fluminense na partida contra o Atlético-MG | Mailson Santana (FFC)

Um jogo eletrizante que virou goleada nos instantes finais, assim foi o grande duelo entre Fluminense e Atlético-MG na tarde deste domingo (10), no Independência. Melhor para o Galo, que venceu o Tricolor das Laranjeiras por 5 a 2 e chegou ao segundo lugar na tabela do Brasileiro. Os cariocas amargam quatro jogos sem vitória, todos eles disputados longe do Rio de Janeiro, e estão na 12ª posição.

Lá e cá. Esta foi a tônica da primeira etapa no Horto. O jogo foi aberto e teve muitas chances criadas. Gilberto abriu o placar , numa “ombrada” na bola, ao completar escanteio e tentar o cabeceio. Pouco tempo depois, o Galo deixou tudo igual com Leonardo Silva, que recebeu na área e fuzilou para as redes. A estrela de Róger Guedes começou a brilhar com belo gol em arremate no ângulo de Júlio César: 2 a 1. Antes do fim, o atacante Pedro deixou tudo igual, ao aproveitar falha da defesa do Galo e os times foram para o vestiário com o empate em 2 a 2 no placar.

O Atlético-MG guardou o melhor para o segundo tempo do Independência. O Fluminense até tentou igualar a partida, mas não teve gás na reta final. A situação clareou para o Galo quando Tomás Andrade fez um gol de perna direita e recolocou os mineiros na frente:3 a 2. A partir daí, Ricardo Oliveira, em falta com grande estilo, e o próprio Róger Guedes, com um golaço em que o zagueiro do Fluminense ficou no chão, fez o quinto e selou a vitória dos donos da casa. 

Atlético-MG 5×2 Fluminense
Estádio Independência (Belo Horizonte)
Árbitro: Flavio Rodrigues de Souza (SP)
Assistentes: Alex Ang Ribeiro (SP) e Tatiane Sacilotti dos Santos Camargo (SP)
Atlético-MG: Victor. Patric, Leonardo Silva (Bremer), Gabriel e Fábio Santos; Adilson, Gustavo Blanco (Elias), Andrade e Cazares (Luan); Roger Guedes e Ricardo Oliveira. Técnico: Kaio Fonseca.
Fluminense: Júlio César; Ibañez, Nathan e Luan Peres; Gilberto (Sornoza), Douglas, Jadson, Richard e Ayrton Lucas (João Carlos); Matheus Alessandro (Pablo Dyego ) e Pedro. Técnico: Abel Braga.
Cartões amarelos: Gustavo Blanco, Roger Guedes (Atlético-MG); Matheus Alessandro, Ibañez (Fluminense)

Gols: Gilberto, 28’/1ºT (1-0); Leonardo Silva, 34’/1ºT (1-1); Roger Guedes, 45’/1ºT (2-1); Pedro, 47’/1ºT (2-2); Andrade, 16’/2ºT (3-2); Ricardo Oliveira, 41’/2ºT (4-2); Roger Guedes, 49’/2ºT (5-2)

Renda: R$ 246.095,00
Público: 14.476 pagantes