Flu é perde para o Santos no Maracanã e chega a cinco jogos sem vitórias

Com um gol de Bruno Henrique aos 40 minutos do segundo tempo, o Santos venceu o Fluminense por 1 a 0 na noite de desta quarta-feira (13), no Maracanã, pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro – a última antes da parada para a Copa do Mundo. Esta foi a quarta derrota seguida do Tricolor das Laranjeiras, que empacou nos 15 pontos, na metade de baixo da tabela, após cinco jogos sem vencer.

Até a metade da etapa inicial, o jogo foi bem ruim, travado no meio de campo, com quase nenhuma jogada de perigo. Aos 20 minutos, a primeira finalização: Pablo Dyego, do Fluminense, para defesa de Vanderlei. Em seguida, Jean Mota respondeu para o Santos, e Júlio César espalmou. Depois a disputa ficou mais aberta, mas pendeu para o lado tricolor – foram mais cinco finalizações do time carioca. Destaque negativo para os passes errados: 16 de cada equipe.

O Santos voltou mais esperto na etapa final. Aos 12 e aos 20, em bolas cruzadas na área, Bruno Henrique e Gabriel perderam boas chances,respectivamente. O Fluminense não conseguia atacar e Abel Braga tentou mudar o time com as entradas de Sornoza e Dudu. Mas foram os visitantes que continuaram criando mais perigo: aos 40, Diego Pituca levantou a bola na área para Bruno Henrique tocar de primeira e decidir: 1 a 0 para o Santos. O Peixe teve metade das finalizações do Tricolor (cinco contra 10), mas foi mais perigoso (três chances reais contra nenhuma) e saiu do Maracanã com o resultado positivo.

O Tricolor das Laranjeiras volta a jogar somente no dia 19 de julho, pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro, e terá pela frente um clássicos. Em São Januário, o Fluminense visita o Vasco.

 

Fluminense 0x1 Santos

Estádio Maracanã (Rio de Janeiro)

Árbitro: Rafael Traci (PR)

Assistentes: Ivan Carlos Bohn (PR) e Rafael Trombeta (PR)

Fluminense: Júlio César; Nathan Ribeiro, Ibañez (Sornoza), Luan Peres; Mateus Norton, Richard, Jadson (Dodi), Douglas, Ayrton Lucas; Pablo Dyego (Dudu) e Pedro. Técnico: Abel Braga.

Santos: Vanderlei; Victor Ferraz, Gustavo Henrique, David Braz, Dodô; Alison (Copete), Diego Pituca, Léo Cittadini, Jean Mota (Renato); Bruno Henrique e Gabriel (Vitor Bueno). Técnico: Jair Ventura.

Cartões amarelos: Douglas, Mateus Norton (Fluminense); Diego Pituca, Alison, Renato (Santos)

Gols: Bruno Henrique – Santos (40’/2º tempo)

Público: 6.475 pagantes e 7.438 presentes

Renda: R$ 173.580,00