Fluminense bate o Nacional no Uruguai e vai às semifinais da Sul-Americana

Luciano fez o gol que classificou o Flu para as semifinais da Copa Sul-Americana | Lucas Merçon (FFC)

Classificado! O Fluminense derrotou o Nacional-URU, por 1 a 0, na noite desta quarta-feira (31), em Montevidéu, no Uruguai. O resultado colocou o tricolor na próxima fase, já que no Maracanã o jogo de ida terminou por 1 a 1. Luciano marcou o gol da classificação.

FLU PRESSIONA MAS NÃO TIRA O ZERO DO PLACAR NA PRIMEIRA ETAPA

Precisando da vitória ou de um empate por mais de dois gols, o Fluminense começou em cima. Logo no primeiro minuto, Ayrton Lucas tabelou com Richard na esquerda, o volante mandou para o meio da área, mas o goleiro uruguaio interceptou. Aos 12, de novo pela esquerda, Everaldo cruzou rasteiro e a bola passou por toda área, sem ninguém para finalizar. Era pressão total do tricolor nos primeiros minutos. Aos 15, o Flu até marcou: Sornoza cobrou escanteio na cabeça de Gum, que tocou para Digão balançar as redes, porém, o árbitro já havia parado o lance e assinalado falta de ataque.

A equipe brasileira conseguia apertar bem a saída de bola dos uruguaios e pressionar os donos da casa. A primeira chegada do Nacional foi aos 18, quando Zunino lançou na marca do pênalti e Gum afastou. Daí em diante o jogo ficou lá e cá, as duas equipes até conseguiam avançar, mas pecavam nas finalizações. Aos 38, Ayrton Lucas recebeu de Luciano e invadiu a área, porém o lateral chutou fraco e a zaga uruguaia conseguiu afastar. Nos acrescimento do primeiro tempo o Flu ainda voltou a assustar. Jadson cruzou na cabeça de Luciano, porém a finalização foi no meio do gol.

FLU MARCA NO INÍCIO E GARANTE CLASSIFICAÇÃO

Assim como na primeira etapa, o Flu voltou com tudo. Porém, desta vez, conseguiu marcar. Aos três minutos,o goleiro Conde tentou sair jogando com Espino, Sornoza rouba a bola driblou o zagueiro e tocou para Luciano. O atacante limpou o goleiro, e mandou para o fundo da rede. Aos oito, quase o segundo: Sornoza cobrou falta na entrada da pequena área, Ibanez subiu sozinho mas cabeceou pra fora.

Apesar de estar atrás no placar e precisar do gol, o Nacional não conseguia assustar o Flu, que continuava muito bem postado na defesa. Durante todo os vinte minutos finais, apesar de tantas, o time uruguaio não conseguia criar boas oportunidades. Aos 45, em um contra-ataque, Matheus Alessandro roubou a bola no meio campo e partiu sozinho, na cara do goleiro, mas chutou para fora. Aos 47, Espino foi expulso após entrada forte e jogou a última pá de cal na esperança do Nacional. O Flu está classificado!

Nacional-URU 0x1 Fluminense

Estádio Parque Central (Montevidéu – URU)

Árbitro: Roberto Tobar (CHI)

Assistentes: Christian Schiemann (CHI) e Claudio Rios (CHI)

Nacional-URU: Conde; Fucile (Viúdez), García, Rolín, Espino; Oliva (Aguiar), Romero, Zunino, De Pena (Sebastián Fernández); Chory Castro e Bergessio. Técnico: Alexander Medina.

Fluminense: Júlio César; Ibañez, Gum, Digão; Jadson, Aírton (Paulo Ricardo), Richard, Sornoza, Ayrton Lucas; Everaldo (Júnior Dutra) e Luciano (Marcos Júnior). Técnico: Marcelo Oliveira.

Cartões amarelos: De Pena, Rolín, Sebastián Fernández e Chory Castro (Nacional); Digão e Gum (Fluminense)

Cartões vermelhos: Espino (Nacional)

Gol: Luciano – (Fluminense 3’/2º tempo)