Fluminense e Botafogo só empatam em clássico morno no Maracanã

O primeiro clássico do Campeonato Carioca de 2018 foi morno e sem muitas emoções. Fluminense e Botafogo empataram em 0 a 0 na tarde deste sábado (20), em duelo válido pela segunda rodada da Taça Guanabara, primeiro turno do Estdual e seguem sem vencer na competição.

Apesar do feriado de São Sebastião, padroeiro da cidade, o público muito pequeno presente no Maracanã, chamou a atenção no clássico vovô. Pouco mais de oito mil pessoas assistiram a partida nesta tarde chuvosa no Rio de Janeiro.

O primeiro tempo foi muito ruim tecnicamente, com uma chance perigosa desperdiçada por cada lado. Pelo Botafogo, João Paulo cabeceou para fora. Enquanto o Tricolor chegou em desvio venenoso de Gum. No lance, jogadores do Fluminense pediram toque de mão de Arnaldo, mas a arbitragem não assinalou pênalti.

Na etapa final, o Fluminense foi para cima. Teve um gol bem anulado – de Ibañez. Antes disso, Jefferson já fizera grande defesa em cabeçada de Gilberto. No fim, mais pressão tricolor: as substituições de Abel encurralaram o Botafogo, que se safou da derrota.

O Tricolor das Laranjeiras volta a campo na próxima quarta-feira (24), quando enfrenta a Portuguesa, às 21h45, no Estádio Giulite Coutinho. O Botafogo joga um dia depois, às 19h30, no Moacyrzão, onde mede forças contra o Macaé. O Alvinegro,  quarto colocado do grupo C, tem dois pontos na competição, um a mais do que soma o time de Abel Braga, lanterna da chave.

Fluminense 0x0 Botafogo

Estádio do Maracanã (Rio de Janeiro)

Árbitro: Pathrice Wallace Correa Maia

Assistentes: Rodrigo Figueiredo Henrique Corrêa e Carlos Henrique Alves de Lima Filho

Fluminense: Júlio César; Gum, Renato Chaves (Matheus Alessandro) e Ibañez; Gilberto, Jadson, Douglas, Sornoza e Marlon (Ayrton Lucas); Marcos Junior (Robinho) e Pedro. Técnico: Abel Braga.

Botafogo: Jefferson; Arnaldo, Marcelo, Rabello e Gilson; Matheus Fernandes, Luiz Fernando (Leandro Carvalho), João Paulo e Valencia (Rodrigo Lindoso); Rodrigo Pimpão (Ezequiel) e Brenner. Técnico: Felipe Conceição.

Cartões amarelos: Douglas, Ibañez, Marcos Junior (Fluminense); Igor Rabello, João Paulo, Matheus Fernandes, Rodrigo Lindoso (Botafogo)

Cartões vermelhos: Não houve

Renda: R$ 220.510,00

Público: 8.538 (presentes) e 7.126 (pagantes)